#AMAZÔNIA#Agora vai?


A Economist chegou hoje com uma matéria boa sobre desmatamento na Amazônia. É sobre o novo plano do governo federal para regularizar 80% das terras da região. Você sabe quantos por cento das terras privadas da Amazônia estão irregulares? Prepare-se para isso: 96%. A idéia do governo, orquestrada pelo ministro Roberto Mangabeira Unger, é que, legalizando terras, o govero criará um incentivo para que os proprietários cuidem delas, em vez de detonar e partir para a próxima como gafanhotos. A Economist comenta o ceticismo reinante no país. "Grandes planos para parar o desmatamento na Amazônia vieram e passaram ao longo dos anos sem sucesso algum, então o ceticismo sobre o último plano brasileiro parece justificado." Mas, em linhas gerais, a melhor revista do mundo achou a idéia boa e parece acreditar nela. Em parte, graças a Mangabeira Unger, ex-professor de Obama em Harvard e um sujeito em quem o Brasil deveria prestar mais atenção.

Anúncios
6 comentários
  1. Luiz Carlos Pôrto disse:

    O UNEP divulgou em fevereiro relatório que comprova (página 106) que o Brasil foi o único páis que aumentou a intensidade de carbono de sua economia, ou seja, estamos na contramão mesmo em energia limpa. Link abaixo:http://tinyurl.com/cssad7Se puder, vá até nosso Twitter. http://www.twitter.com/silvaportoUm abraço

  2. Milton disse:

    Vendo lotes que recebi de graça da Reforma Agrária. Pfff grande piada! É a lei de Gerson presente na maioria dos brasileiros, e o consentimento de um governo que mal regula suas terras.

  3. jorji disse:

    A floresta amazônica está com os dias contados, é irreversível, a única forma de salvá-la, era proibir qualquer atividade agropecuária na região , um solo inadequado para esta atividade, o clima tambem não é favorável, muito quente, um terreno arenoso, infértil, parecido com as areias do deserto do saara. A única atividade econômica que deveria ser permitido, é o da extração mineral e da borracha, incentivar criação de novas zonas francas, para preservar a maior riqueza que temos, a floresta amazônica, mas se levarmos em conta o nosso povo……………

  4. Denis RB disse:

    Antonio Carlos, prestar mais atenção nele não significa gostar dele ou concordar com ele. Conhecendo um pouquinho o ambiente das universidades de ponta dos steites, acho sim que ir buscar quadros de governo em Harvard é uma novidade interessante. E que ignorar o sujeito dando a ele a pecha de “doido” é bem brasileiro – é um jeito fácil de desqualificar quem pensa diferente.

  5. Antonio Carlos disse:

    Ô Denis. vc deve estar de brincadeira, ptrestar atenção no Mangabeira? Esta deve ser a única observação mais ou menos sensata (há controversias) que ele fez nos últimos anos!

  6. Mônica V. disse:

    “A idéia do governo, orquestrada pelo ministro Roberto Mangabeira Unger, é que, legalizando terras, o govero criará um incentivo para que os proprietários cuidem delas, em vez de detonar e partir para a próxima como gafanhotos”O governo já partiu para a ação. Os ingleses vão “cuidar” muito bem da reserva Raposa Serra do Sol, assim como em 1901 “cuidaram” do então nosso Pirara ( http://pt.wikipedia.org/wiki/Questão_do_Pirara ). Quem viver, verá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: