#INOVAÇÃO#Colaboração para melhorar o mundo


Em 1780, os iluministas franceses finalmente concluíram sua monumental Encyclopédie, a mãe de todas as enciclopédias modernas, depois de 35 anos de trabalho em tempo integral. O empreendimento, gigantesco, envolveu centenas de colaboradores remunerados, entre eles celebridades intelectuais da época, como Voltaire, Rousseau e Montesquieu. Não faltou quem considerasse a coleção de livros uma das grandes conquistas da humanidade.

Enfim, fazer uma enciclopédia não é fácil.

A não ser que haja muita gente ajudando.

Em 2001, começou um experimento chamado Wikipedia, que consistia em criar colaborativamente uma enciclopédia. Qualquer pessoa do mundo podia participar.

A Encyclopédie francesa tinha 75 000 verbetes. A Wikipedia tem 12 milhões.

A Wikipedia é um exemplo eloquente do potencial da colaboração para fazer coisas grandiosas.

Mas uma enciclopédia não resolve os problemas do mundo.

Uma pergunta que muita gente tem se feito nos últimos anos é: como utilizar o fantástico poder criativo da colaboração para mais do que registrar conhecimento. Para fazer coisas concretas, impactantes. Este blog acompanha com interesse essa discussão.

Um bom exemplo: semana passada foi lançado o The Better Project (em inglês). O objetivo é usar a lógica da Wikipedia não para registrar conhecimento sobre as coisas, mas para melhorá-las. Em vez dos verbetes explicarem um assunto, eles trazem uma sugestão de alguém com uma idéia para melhorar algo. Aí há um sistema de votações e as ideias mais bem votadas vão ganhando destaque.

Uma boa ideia. Se vai dar em algo concreto, ainda é difícil saber – empreendimentos colaborativos demoram anos para ganhar massa crítica e decolarem, como aconteceu com a Wikipedia. Mas vale a pena acompanhar.

Anúncios
8 comentários
  1. Igor M. disse:

    A quem interessar, o site é:

  2. Elisa disse:

    Denis, talvez apeteça a você e seus leitores o livro Ismael — http://en.wikipedia.org/wiki/Ishmael_(novel). A história começa com um anúncio provocativo no jornal: “Teacher seeks pupil. Must have an earnest desire to save the world. Apply in person” (“Professor procura aluno. É preciso ter um desejo sincero de salvar o mundo. Comparecer pessoalmente”). Acho que te provocará também.

  3. denis rb disse:

    Ops, tinha faltado o link, desculpem. E obrigado ao Igor M. e aa maria amaral. Ja ta corrigido.

  4. denis rb disse:

    Uau, que livro interessante, Elisa… Me empresta?

  5. Jaime Balbino disse:

    Denis,A Wikipedia foi criada a partir das ferramentas e do modelo de gestão de outra iniciativa baseada na colaboração: o SOFTWARE LIVRE.Assim, é errado supor que o modelo da Wikipedia não produza conhecimento. Na verdade ele primeiramente foi criado para isso: produzir conhecimento e produtos!Linux, Firefox, WordPress, etc… etc.. etc…Um projeto coletivo de software livre sempre começa assim: uma idéia ou protótipo tornado público e chamando colaboradores.O resto é filosofia…

  6. Polyana disse:

    Por que eh errado dizer que a Wikipedia não produz conhecimento? Producao de conhecimento envolve mais que disseminacao de conceitos dados, que mesmo sem sofrerem criterios rigorosos, sao postos a publico. A ideia eh bacana mas nao eh producao. Agora, abrir um canal pra melhorarmos aquilo que ja existe eh show de bola. Se duas cabecas pensam melhor que uma, milhoes entao…

  7. Rômulo disse:

    Vou conferir o tal ‘site’, mas a iniciativa merece o destaque.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: