#FELIZ PÁSCOA#Por que não falo do Lula


Eu evito falar do Lula aqui neste blog.

Não é porque eu não tenha minhas opiniões sobre ele. É porque sei o que vai acontecer se eu falar.

Se for um comentário levemente negativo, uma porção dos meus parcos leitores vai imediatamente me colocar numa categoria mental. Eu sou contra o Lula. Então, automaticamente, sou um neoliberal. Quero que os pobres morram. Apoiei Hitler contra os judeus, Israel contra os palestinos e Bush contra a ciência. Sou um fascista, reacionário, nazista, burguês. Ou melhor, pequeno burguês. Nem grande burguês eu sou, de tão insignificante.

Se for um comentário um tiquinho positivo, no entanto, a outra quase metade dos meus minguados leitores vai me colocar numa outra categoria. Eu sou a favor do Lula. Conseqüentemente, sou uma besta. Creio em O Capital sem tê-lo lido. Meu modelo de estadista é Chavez, minha maior inspiração é Stalin, meu país preferido é a Albânia dos anos 80 (mudou muito agora, não é mais como era antes). Sou anti-religioso, drogado e defendo o genocídio de fetos. Só sei lidar com o mundo de dois jeitos: paredão ou mensalón.

É fácil entender porque as pessoas gostam tanto dessas simplificações.

Dividir o universo em duas caixinhas é super reconfortante. Ainda mais em tempos complicados como estes em que vivemos, em que o Lula e o Collor são aliados e a China reclama do protecionismo americano.

É mais fácil dividir o mundo ao meio.

Acalma, reduz a ansiedade, dá uma falsa sensação de conforto no meio da tormenta.

É como agarrar uma fralda, chupar uma chupeta.

Mas é uma baboseira inútil, que não ajuda a resolver os problemas.

Para resolver os problemas, é preciso discutir ideias. É preciso olhar para um objeto de maneira racional, reconhecendo que ele, como todo o resto do universo, tem aspectos positivos e aspectos negativos. E tentar arrumar jeitos de potencializar os positivos e de desestimular os negativos. Para abrir mão das caixinhas é preciso, por exemplo, reconhecer que Lula acertou e errou ao longo dos últimos 7 anos, e usar a cabeça para entender quais são os acertos e os erros, para que o próximo governo tenha menos destes e mais daqueles.

É preciso ouvir com atenção o que as pessoas que pensam diferente de nós dizem. E bem pouca gente neste mundo confuso e cheio de distrações parece disposta a prestar atenção em nada.

Eu também já tive duas caixinhas dentro da minha cabeça, não muito tempo atrás. Claro que tive. Nasci na Guerra Fria também, sob os governos Geisel, Nixon e Brejnev. Cinco meses antes do Pinochet tomar o poder. Quando um sujeito chamado Castro estava no governo de Cuba. Ops, isso não mudou tanto assim.

Mas estou tentando aprender a viver sem essa muleta mental. Quero ter minhas próprias ideias. Quero viver cercado de gente com ideias próprias, em vez de cercado de ideias de gente que morreu antes de a internet existir.

Foto: Ana Cotta (CC)

Anúncios
42 comentários
  1. Vinhal disse:

    Bom texto, Denis.

  2. Antonio Ribeiro, de Paris disse:

    Denis, caro, você está em sincronia com seu tempo. É o que escrevo no post do Blog DE PARIS sobre Barack Obama, Caindo do cavalo. Há um mundo repleto de nuances entre o vermelho e azul, entre o branco e preto. Os radicais só encontram razão de existência no extremismo, nas duas pontas da corda.

  3. Igor M. disse:

    Síntese do texto: Abra a cabeça. Quebre barreiras mentais que te impedem de ir longe. Expanda seus horizontes. Jogue seus preconceitos no lixo e viva daquilo que vc próprio e nao necessariamente ninguem mais acredita, pois vc é capaz disso.

  4. Claudia disse:

    Boa sua justificativa, mas nao vejo necessidade de vc falar do Lula aqui.

  5. Fernando disse:

    Caro colunista. Pordoe-me a falta de acentos, escrevo em um teclado estrangeiro.Às vezes leio seu blog, onde encontro boas informaçoes e interessantes opinioes.Gostaria de deixar meu abraço e pedir-te que continue assim.Somente com uma ressalva: nao tenha medo de patrulhas ideológicas, sejam da caixinha A ou da B. Expresse seus valores. Do contrário, nao serao valores.Boa Páscoa,Fernando

  6. Renato disse:

    Mas para apoiar Hitler contra os judeus você teria de ser socialista, não vamos esquecer que o partido do Hitler era o “Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães”.Além do que o PT firmou um contato com um partido do oriente médio que abrigou um nazista da mais alta cupula.”Alois Brunner, além do lugar-tenente de Adolf Eichmann na implementação da ‘Solução Final'” http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u488070.shtmlSem contar as manifestações anti-semitas do PT e do próprio Lula.

  7. denis rb disse:

    Ai, Renato…

  8. Ricardo Reis disse:

    “Para ser grande, sê inteiro: nada Teu exagera ou exclui.Sê toda em cada coisa.Põe quanto és No minimo que fazes.Assim em cada lago a lua toda Brilha, porque alta vive.”(F.P.)Abçs.

  9. Bidu disse:

    Não precisa nem explicitar…Você é TOTALMENTE FAVORÁVEL ao Lula (aquele operário, fiho da mãe analfebeta,etc)…És politicamente correto, favorável ao aborto, és ateu ou bundista, ecologicamente correto, anti-papa (católico), contra a pena de morte, contra a prisão perpétua, contra a diminuição da maioridade penal, a favor do desarmamento da população civil (és da paz), seguidor do Grinpice da Inglaterra e outras ONGs “do bem”, a favor de que a África, a Amazônia e suas tribos sejam o zoólogico e o jardim botânico/antropológico do mundo, a favor da descriminalização das drogas (a maconha, especialmente), a favor da restrição ao consumo, à propaganda e ao plantio de tabaco, acha que o brasileiro é racista (menos você, apesar de ser branco e de “saber” que o brasileiro é racista mesmo), etc, etc, etc…hahahaha…ou será que você faz um comentário levementew negativo do Lula,

  10. Douglas disse:

    Xiii, teve gente que postou comentários que mostram o quanto essa gente que divide o mundo em dois opostos é insistente!

  11. Danielle disse:

    O mundo eh mesmo muito complicado… E o mais complicado eh que ele eh cheio de pessoas, com conviccoes pessoais, valores, ideias, pensamentos, todos distintos uns dos outros. Quem fomenta a divisao do o mundo (nao precisa ser em so 2, nao) na verdade quer massa de manobra, porque quem integra essas divisoes deixa de pensar por si proprio e passar a delegar a tarefa para quem diz que esta “em busca do BEM COMUM”, “JUSTICA SOCIAL”, “SOBERANIA NACIONAL”, e outras entidades abstratas que servem a interesses escusos de pessoas poderosas (ou que almejam o poder).Que cada um defenda seus valores pela via da argumentacao, e, principalmente, sem por palavras na boca dos outros. Ter que ouvir que “ai, Igreja Catolica promoveu a Inquisicao” (e eu estava la? So tenho 34 anos), “ai, neoliberalismo eh exploracao do povo” (e o que catso quer dizer “neoliberalismo”, sem nem liberal o Brasil ja foi?), “todo o politico eh corrupto” (eh mesmo? em quem voce votou? por que voce nao manda email pra ele e o pressiona?), nao eh argumento, e sim diversionismo de quem tem preguica mental e falta de inteligencia para ouvir o proximo.Abs, Danielle.

  12. Rosani Quadros disse:

    Só diz que ele é o “cara”… da marolinha… que deixou o estrago de muitos desempregados… inclusive a mim…

  13. Adir disse:

    Parabéns Denis. Acredito que a questão política tem tudo a ver com a questão ecológica. Discutir erros e acertos das decisões políticas que intereferem no assunto nos ajudarão a construir um mundo melhor.

  14. Polyana disse:

    O Bidu, ele tambem deve ser favoravel a que vc aprenda a escrever direito porque eh chato pra caramba ter que ler ‘bundista’ escrito por uma bestinha que chegou aqui querendo dar uma de esperto…

  15. Delêi Lama disse:

    bundista = budista de butique, budista meia boca e “meio” outras coisas…

  16. Stefano disse:

    “Quero viver cercado de gente com ideias próprias, em vez de cercado de ideias de gente que morreu antes de a internet existir.”É isso!

  17. R disse:

    Sorry, mas não há possibilidade de alguém ser a favor de tudo, contra tudo e mente aberta para tudo. Só se não houver nada dentro da cabeça, o que tenho certeza nãos er seu caso. Você está é com medo de tomar posição, de um lado ou de outro. Daí fica aí, uma perna de cada lado do muro, pensando que está acima daqueles que tomaram posição.Para o bem ou para o mal.

  18. Leo Beraldo disse:

    Seu texto é a pura verdade. Os comentários mostram como os sectários estão com a corda toda.

  19. denis rb disse:

    R, nao sou a favor de tudo nem contra tudo – nao era essa a intencao do post. So nao acredito em “alinhamento automatico” – tipo sou contra tudo que venha do PT, ou sou a favor. Acredito em debate de ideias, nao em debate entre conviccoes que independem dos fatos. Eu tomo posicao sim, e pretendo fazer isso no blog. Mas nao sobre o governo Lula, porque sei que, se eu fizer isso, isso aqui vira briga de torcidas. E ja tenho o Campeonato Paulista para acompanhar.

  20. Se Ze disse:

    Denis, acho bom mesmo ficar longe de discussões deste tipo. A internet já está cheia dessas discussões inúteis. É um tédio só, sempre a mesma ladainha desnecessária, o bem contra o mal, os porcos capitalistas conservadores contra os comunistas comedores de criançinhas liberais. Nosso amigo Bidu é um aperitivo do que há por ai. Vamos abordar as coisas de outra forma.

  21. Edson Júnior disse:

    denis rb – R, nao sou a favor de tudo nem contra tudo – nao era essa a intencao do post. So nao acredito em “alinhamento automatico” â?” tipo sou contra tudo que venha do PT, ou sou a favor. Acredito em debate de ideias, nao em debate entre conviccoes que independem dos fatos. Perfeito Dênis! Infelizmente alguns leitores são alinhados, ou afilhados, ou ficcionados, ou alineados, ou escravo de Reynaldo Azevedo, que insiste num liberalismo rouco. Ele e sua turma é aquela da intolerância. Ou está lá, ou cá. Parabéns e espero que a patrulha reynaldista o deixe em paz.

  22. Polyana disse:

    Eu sempre detestei os viloes de novela. Nao pelo mal que representam, mas pelo arquetipo do mal absoluto, que fere a logica do ser humano da vida real. Num mundo onde tudo eh relativo, onde os pontos de vistas dependem completamente do referencial e da janela pela qual se olha, dividir as discussoes entre bem e mal, esquerda e direita, ceu e inferno eh no minimo contraprodutivo. Quem nao gosta do PT ou do Lula tem dois caminhos: torcer para que eles acertem a mao ou ficar malhando e querendo que tudo va mal para poder dizer ‘eu nao falei?’ Podemos ser maiores que isso, eh mais que uma obrigacao, eh dever moral sermos maiores que nossas proprias conviccoes. Quem tem um ladinho e nao abre mao de defende-lo independente do que esteja em pauta merece entre tantas coisas, tambem, a excomunhao. Valeu pelo texto, Denis!

  23. Matilda disse:

    Até que enfim! Alguém que parou para pensar um pouco!*******R:Você está é com medo de tomar posição, de um lado ou de outro.Então eu voto num cara, e tenho de concordar com tudo que ele faz… OK, futebol e política, tudo conversa de botequim, esse é o nosso modo de vida. Nossa, como isso resolveu nossos problemas de nossos bisavós!Mas eu entendo… nunca parou para escrever para seu deputado também, né? Perda de tempo, papel, etc…Talvez… mas talvez seja por isso que eles só fiquem com medo do voto dos eleitores durante as eleições e não o tempo todo.

  24. Morais disse:

    Denis, eu acho que com este discurso acima você assumir sua posição política clara, você é do Pmdb, pois você ficou em cima do muro e isto é especialidade do Pmdb.Com certeza se você falar apenas a verdade terá muitas coisas boas para falar do LULA, mas se você quiser inventar umas mentiras, ai fica por sua conta.

  25. Mario Arone disse:

    Gostei de seu comentário. Concordo em número, genero e grau que o mundo hoje é mais complexo, perigoso e difícil que antes, e para termos claramente uma idéia de que lado lutar ou militar talvez devemos esperar um pouco mais para clarear às idéias. Aceitar qualquer idéia sem questionamento mínimo é un dogma e não o racional, que é o que nos difere dos outros animais desse planeta. Não que não tenhamos o nosso instinto animal, o temos ainda, mas temos a razão a nosso favor, talvez isso explique o nosso atual “sucesso” ou explicará a nossa derrocada.Abraços FraternosMario Arone

  26. Marcio disse:

    É justamente descobrir que isso existe há séculos e nos trouxe ao lugar onde estamos. Apoio essa tentativa de pensar diferente, de ser uma opção, de não ter que escolher lado nenhum, sem que isso faça de nós ‘alienados’ ou ‘imaturos’.

  27. Silvia disse:

    Morais querido, a fama de ficar em cima do muro é do PSDB, sorry!Denis adorei o texto, parabéns!!!

  28. Igor M. disse:

    Caramba Polyana, falou e disse. Pra mim, um dos maiores causadores do extremismo do brasileiro é justamente essas 4 novelas que passam por dia em um único canal e, nao sei porquer é motivo de orgulho nacional pra alguns (Aff). A TV é a maior educadora deste país e, ao invés de mostrar um mudo relativo (como ele é), tende a separá-lo em duas caixinhas o tempo inteiro. Melhor coisa de viajar pra fora é não ter q ouvir falar de novela nem de Vasco contra Flamengo. O tempo inteiro é confronto, nunca conciliacao.

  29. Stefano disse:

    É melhor não falar do Lula mesmo: já temos covardes demais travestidos de “apaziguadores” e “imparciais”, no miserável jornalismo brasileiro.

  30. tito livio bereta disse:

    Habituado, para não dizer, viciado na leitura do reinaldo azevedo e do mainardi, ignorei a existência desse blog. Foi o título “Por que não falo do lula” que acendeu minha curiosidade. Valeu. Você hoje tem mais um leitor. Não me proponho dono de nenhuma verdade, mas se me fosse dado apontar o indicador contra o lula, diria que sua maior qualidade foi a persistência e seu maior defeito, estribar-se na demagogia. Diz-se que Newton falou que viu mais longe por estar sobre ombros de gigantes. O lula, que não é dado a auto-crítica, consegue passas aos apedeutas a imagem de que nada aconteceu sem ele ou antes dele. Num país de apedeutas, funciona. Num país onde qualquer um é herói aos olhos da mídia, passa. Lamentável. Tito livio bereta. -Poconé – MT

  31. Luiz disse:

    Se continuar pensando assim vai perder seus minguados leitores, sim. Tem que ter opinião sim, contra ou a favor. Saia de cima do muro. Aqui, você falou, falou e não disse nada. Deixa de enrolação.

  32. Man disse:

    Com o Lula não tem meio-termo, ou voce odeia ou voce adora. Acho que de duas, uma:1 – Voce é contra o Lula mas tem que fazer média com seus amigos eco-esquerdistas2 – Voce é a favor do Lula mas tem que fazer média com a VEJA e os outros blogueiros daqui, sem falar no público que lê aqui.PS: Ninguem aqui jamais ia falar que vc eh drogado porque é a favor do lula. Mas acho que voce esta esta vestindo a carapuça e dizendo: É minha! Viva Cannabis!

  33. Igor M. disse:

    Onde tá escrito que a gente não pode ficar em cima do muro? Por que não podemos ser imparciais em geral e decidir de que lado fica de acordo com cada situação em específico? Por que sempre 8 ou 80, preto ou branco, drogado ou religioso, bom ou ruim… de onde sai isso?? Acorda pessoal.

  34. Jose disse:

    Luiz, o Denis deve tá tão preocupado com seu comentário… coitado dele… Acorda ae! O número de comentários só tem aumentado… eu mesmo comecei a ler sabado e nao saio daqui mais. Se nao gosta do que ler nao leia, mas fale por vc apenas…

  35. Polyana disse:

    Ou vc ama ou odeia o Lula… De novo, dois extremos. Ora, ninguem precisa amar ou odiar o Lula pra mostrar que nao esta em cima do muro, pois o que tem de estar em questao nao eh a pessoa Lula mas suas acoes como governante. To me lixando pro Lula, mas vou aplaudir tudo o que ele fizer de bom e questionar tudo o que nao for. Nao sou de esquerda nem de direita, nao tenho partido politico, e nao me considero alienada. Quem ve cosntracenso nisso que me desculpe, mas nao entendeu nadinha…

  36. Polyana disse:

    desculpem o erro: eu quis dizer ‘contrasenso’.

  37. R. JUNIOR disse:

    É óbvio que o mundo mudou! Os avanços tecnológicos tornaram o mundo menor, com a informação (ou desinformação) circulando muito mais rapidamente. Mas isso não quer dizer que o mundo esteja mais “complexo”. As escolhas entre o certo e o errado são as mesmas. O que mudou é a maior variedade de “informações” chegadas aos ouvidos do indivíduo. É por isso que consider

  38. denis rb disse:

    R. JUNIOR, o mundo esta mais complexo sim. Ha nao muitos seculos, a especie humana tinha uma capacidade muito limitada de alterar os sistemas naturais. Nossa tecnologia era limitada, nosso impacto era baixo. O avanco da tecnologia aumentou o impacto potencial de maneira brutal. Temos mais poder. Mais poder significa maior potencial de dano. Se algo sai do controle, sai muito. Precisamos aprender a pensar de maneira diferente para nos habituarmos a esse poder. Eh como um ciclista que, de um dia para outro, ve-se na marginal Tietê pilotando uma daquelas motos japonesas barulhentas. Se acelerarmos tao forte quando estavamos acostumados a pedalar, vamos nos estrumbicar na traseira de um caminhao.

  39. R. JUNIOR disse:

    Onde está o restante do meu comentário???

  40. denis rb disse:

    Nao sei, R. JUNIOR, sinto muito. Esta ferramenta de comentarios vive dando pau, perdi alguns comentarios ja. Aguardamos para muito breve a substituicao da ferramenta pelo WordPress, que eh a melhor ferramenta de blogs que existe (e eh gratis aqui: http://www.wordpress.com). Enquanto isso, peco paciencia e desculpas pelos inconvenientes.

  41. Lorena disse:

    Reconheço que não te julgaria como um abortador de fetos mas fazia parte dos que logo deixaria de ler seu blog se sua idéia fosse um tiquinho positiva para o Lula. Digo fazia porque vc tem razão. De nada adianta dividir o mundo em duas caixinhas… amei o texto.

  42. ladyCat disse:

    nunca gostei Lula,por mim dava uma passagem sem volta para ele e sua camarilha para o Ubesquitão.
    ele eo top top Marcos Garcia e todos ligados ao”mensalão”.Mas,com essa compra de votos e supos-
    -contruções feitas no vapt-vupt,enganará quem ele quiser e p/ nós resta pagar impostos caríssimos.
    como vcs veem não fui feita para ficar em cima do muro.mas como já tenho certa idade,e com essa turma de jovens sem ideologia,vou morrer eo apedeuta vai estar lá bem folgadão e a Nação que se lixe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: