Um ótimo vídeo

Hoje vou pedir desculpas a você por tomar mais do seu tempo que o normal. Este vídeo aí embaixo tem mais de 20 minutos. Mas vale a pena, garanto. Trata-se de Story of Stuff, de Annie Leonard, especialista em sustentabilidade e em questões ambientais e de saúde. Annie conseguiu mostrar de um jeito simples, direto, o que tem de errado no nosso jeito de produzir e consumir coisas e, consequentemente, na lógica da nossa sociedade. E faz isso deixando claro que o inimigo a ser combatido não é “o capitalismo”, nem mesmo “o consumo”. É um pensamento até que bastante recente, nascido no pós Segunda Guerra, e que as pessoas aprenderam a acreditar ser a única opção. Não é.

httpv://www.youtube.com/watch?v=3c88_Z0FF4k

Anúncios
7 comentários
  1. Marcella disse:

    Todos os dias penso como o meu corpo lida silenciosamente com os produtos tóxicos com os quais estamos em contato diariamente, seja via oral (alimentação) ou via dérmica ( como o tal “travesseiro anti-fogo”). Agrotóxicos, antibióticos em vegetais e animais alimentícios, quimíca pesada em produtos do cotidiano (copos e potes plásticos, talheres e etc.). No final, tanto em nosso físico quanto em nosso meio ambiente geramos diariamente “cânceres” inimagináveis que, por fim, aparecem em forma de aquecimento global, degelo nos pólos, animais em extinção, mutações genéticas e um sem fim de consequências.
    O vídeo é um ótimo pontapé na nossa filosofia do “american way of life” e do quão viciados somos nela.
    Abraços!

  2. Elisa disse:

    Ontem vi na televisão um ótimo documentário sobre a água, seu uso indiscriminado pelas empresas que vendem água engarrafada e o impacto do plástico nos mananciais. O filme também convida as pessoas a fazer parte da ação que propõe um novo artigo na declaração universal dos direitos do homem, contra a comercialização e exploração da água, em que o acesso à água limpa é um direito fundamental do homem.
    http://www.flowthefilm.com/takeaction
    http://article31.org/sign.php

  3. Danielle disse:

    Denis,
    Muito bom o video, mas com alguns reparos. Primeiro, quando ela fala que a mentalidade consumista foi patrocinada pelo governo no pos-guerra, ela nao menciona que isso foi feito devido o temor de se cair novamente em Depressao, dado que o impulso produtivo gerado pela guerra iria acabar (lembre-se que a Depressao eh um dos maiores traumas coletivos americanos). Segundo, quando ela fala sobre o healthcare insuficiente para os funcionarios do Wal Mart, ela se esquece que entre as nacoes desenvolvidas, somente os EUA nao possuem saude publica, sendo monopolizado por 6 grandes seguradoras de saude, e que eh um sistema completamente ineficiente e falido, e que os americanos apos decadas de lavagem cerebral via conscientizacao ideologica (eles chamam saude publica de saude socialista, nao me pergunte porque, mas imagino o porque), ou seja, o custo da saude privada aqui eh muito maior que na maioria dos paises do resto do mundo. Terceiro, quando ela fala sobre o wages baixos dos funcionarios do Wal Mart, ela esquece de dizer que aqui tem emprego pra caramba (nao especificamente agora com a crise, mas esse video eh de antes da crise e nao se refere a ela), ou seja, ha um equilibrio em que os trabalhadores vao ao mercado de trabalho e se oferecem para vagas e depois aceitam ou nao elas, ninguem eh forcado a trabalhar para o Wal Mart. As pessoas decidem o que eh melhor para elas dadas as restricoes que possuem; voce pode nao concordar com a decisao dela (gravidez inesperada, aborto, sub-empregos, etc), mas dadas as restricoes que a pessoa possue no instante da decisao, ela decide o que eh melhor. O que o governo tem por obrigacao eh fornecer educacao de qualidade (e saude deveria ser uma obrigacao tambem, so aqui nos EUA que nao eh, mas na Inglaterra, Canada, Franca, etc, eh), para que as pessoas possuam conhecimento e skills suficientes para poder escolher seu trabalho, o que nem sempre acontece (claro que nao chega aos pes do disperdicio de talentos e pessoas que acontece no Brasil). Bom, tirando essas 3 coisas, o video eh bastante interessante, vou mostrar para as minhas filhas tambem. Abs, Danielle.

  4. Polyana disse:

    Somos meros objetos desta “cadeia produtiva”: baratos, manipuláveis, descartáveis, lixo… O duro é que acreditamos que só temos algum valor se fizermos parte do esquema, alimentando sua fome insaciável. E o bicho é assim: quanto mais o alimentamos, mais ele cresce, e quanto mais ele cresce, mais fome ele tem… Obrigada pelo vídeo, deveria ser passado nas escolas. Abraço!

  5. Arthur disse:

    Muito interessante este vídeo. Não só o planeta está sendo devastado com a maneira que os EUA consomem mas a própria economia deles está sendo devastada. Todo ano os EUA estão com déficit econômico de bilhões cada vez maiores, e uma dívida interna que nunca acaba, tudo por causa do consumo exagerado.

    Mas… o que acho que falta nesse vídeo é que não é só os EUA que devoram o planeta, e a China? O país também é um monstro consumidor que faz parte dessa história toda e financiam a dívida pública americana.. Está faltando esse fator no vídeo dela!

  6. denis rb disse:

    Verdade, Danielle, havia uma otima razao para essa ideologia: a recuperação do mundo no pós-guerra, e tambem a consolidacao do papel de superpotencia americano. Mas o mundo mudou de lá para cá. e temos uma imensa dificuldade de pensar fora desse modelo. Parece que o modelo é coisa do destino. Não é: foi uma decisão humana, relativamente recente, e que precisa ser revista. E sim, faltou eu dizer, mas a perspectiva aí é muito americana, e nem tudo se aplica ao Brasil. Em especial, a discussão sobre os Wal-Marts da vida é muito diferente aqui e lá (lá a Justiça trabalhista é muito mais desregulamentada).

  7. alexandre disse:

    Apesar do tom filoesquerdista, e antiimperialista o vídeo tem lá seu valor : alertar aos consumidores sobre nossa sociedade consumista, que muitas vezes não se depara com as coisas que estão comprando em busca da felicidade. Essa felicidade só dura até o lançamento do novo produto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: