O maior bicicletário das Américas

Sempre acompanho o blog americano Treehugger, para saber das novidades ambientais mundo afora. E às vezes pago um mico: as novidades que o Treehugger descobre estão bem aqui na minha vizinhança. Por exemplo: você sabia que o maior estacionamento de bicicletas das Américas fica em Mauá, no ABC paulista? Eu confesso que não sabia. Trata-se da Ascobike, que cobra só R$ 10 por mês de seus associados, tem vagas para quase 2 000 bicicletas e oferece serviços do tipo assessoria jurídica e manutenção para os ciclistas. O projeto é uma ong, mas se associou à estação de trem da CPTM, e virou uma espécie de bicicletário oficial da estação. Bem mais interessante que os bicicletários que vejo nas estações de metrô em São Paulo, que por enquanto parecem mais dedicados a fazer publicidade do que a efetivamente oferecer um serviço útil aos ciclistas e incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte. (Quer oferecer um serviço útil? Cria um vagão-bicicletário, onde se possa embarcar as bikes para ir ao trabalho.)

ascobike

Veja aqui um vídeo sobre o projeto.

Anúncios
5 comentários
  1. Fantástico!!! Denis, o número de comentários é só um reflexo do desprezo à bicicleta. A sociedade e o poder público não se deram conta da dimensão do problema do transporte na cidade de São Paulo. O carro é um câncer, uma metástase. Desculpe o termo, mas a analogia que fiz é real, os carros não param de brotar em Sampa e não têm espaço pra isso. Não adianta o multi-homem secretário dos transportes, presidente da CET e da SPtrans fazer diversos túneis, alamedas e tudo o que vier na careca.
    Vamos copiar os países desenvolvidos de verdade, não os EUA e sim os nórdicos, Holanda e etc. Eu não sou anti-americano – até porque sou americano, só que do sul -, porém a visão deles é inferior à européia no assunto.
    Denis, boa pedalada e final de semana

  2. denis rb disse:

    Felipe, você tem razão. Mas já pedalei na Europa e nos Estados Unidos e te garanto: a mentalidade americana em relação à bike está mudando rápido. Portland, San Francisco, Chicago são algumas das cidades mais divertidas para ciclistas do mundo (Nova York também, mas lá o trânsito é mais agressivo). Berkeley é o paraíso das bikes, Viajei de San Francisco para Los Angeles de bike e encontrei um monte de ciclistas pelo caminho.

  3. Denis, eu na real me equivoquei. Temos que copiar coisas boas e tanto nos
    eua e em Bogotá que tb está em um país sub. Ouvi falar que lá é mt bom pro cicilsta e até em Curita se não me engano é bom pra circular na magrelinah
    bom Fds denis!

  4. Riosomá Cordeiro disse:

    Quem sabe com a lista de imail’s dos nos deputados a Gente nao consegue com que algum desses vida boa nao aprovam uma que incentive as empresas a dar lugar …em vagoes, no para-choque trazeiro dos onibus, nas estações …condiçõe de rigidas multas para quem ferir um ciclista fazer valer a lei do Maior protege o menor… muito bom isso tudo!!!

  5. Riosomá Cordeiro disse:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: