Nossos políticos não gostam de democracia

O jornalista Fernando Rodrigues resumiu bem no blog dele o espírito da lei que a Câmara quer aprovar para regulamentar o uso da internet nas campanhas eleitorais: “a proposta acorrenta o Brasil ao século 20”.

A internet tem um potencial tremendo de democratizar a política. Qualquer um pode criar um site, qualquer candidato, rico ou pobre, pode divulgar suas ideias, qualquer eleitor pode ajudar seu candidato, qualquer pessoa pode doar dinheiro. É a nossa chance de dispor de mais informação, vinda de mais fontes, em vez de ter que decidir com base apenas em debates ensaiados, propagandas publicitárias e publicações parciais. Esse potencial democratizador ficou óbvio na campanha presidencial americana, quando um candidato pouco conhecido, sem o apoio dos manda-chuvas de seu próprio partido, soube mobilizar o país e ganhar a eleição, em grande parte financiado pelos próprios eleitores.

Mas os nossos políticos não querem saber de novidades desse tipo. Para quê? Eles estão satisfeitos em manter o clube fechado – já que eles já estão lá dentro.

Alguns dos absurdos que a proposta de lei contém:

  • sátira e humor sobre os candidatos estarão sumariamente proibidos.
  • um blog só poderá publicar uma entrevista com um candidato a cargo majoritário se der espaço equivalente a dois terços deles (o que praticamente inviabiliza a cobertura independente das eleições).
  • a propaganda só poderá começar no dia 5 de julho. Antes disso, temos que fingir que os candidatos não estão em campanha.
  • será proibido fazer qualquer alusão ou crítica a candidatos, exceto conteúdo jornalístico ou debates.

Fala-se muito na tal reforma política, que pretende modificar a forma pela qual os candidatos são eleitos. Isso é importante, claro. Mas por que ninguém fala sobre o mais importante? Sobre o fato de que há ainda no Brasil restrições ao direito à informação e à liberdade de expressão dignas de uma ditadura. De que os brasileiros não têm acesso a informação de qualidade para fazer escolhas bem informadas. De que nossos partidos políticos, todos eles, são autoritários, obscuros, cheios de segredos e tentam decidir a portas fechadas aquilo que deveria ser escolhido pelo povo. De que ninguém nunca quer saber nossa opinião e no único momento em que temos a chance de participar – a eleição – instaura-se um regime de exceção que controla a informação como e o AI-5 estivesse de volta.

Não bastasse a lei ser ruim prá dedéu, nossos excelentíssimos ainda correm o risco de não aprová-la a tempo (até setembro), o que nos deixaria com regras para internet ainda mais retrógradas. Eu, da minha parte, torço para que haja tempo de melhorar essas regras. Mas, se não houver, apóio uma campanha de desobediência civil. Que o Brasil ignore essa tentativa de censurar a internet. Não estou aqui propondo que se desrespeite a lei. Pelo contrário: precisamos é respeitar a lei maior, a Constituição Federal, que não deixa margem a dúvidas em seu Artigo 5:

É livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de
comunicação, independentemente de censura ou licença.

Caso alguém ainda não tenha entendido, a Constituição deixa mais claro:

A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer
forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto
nesta Contituição.

Parágrafo 1: Nenhuma lei conterá dispositivo que possa constituir embaraço para a
plena liberdade de informação jornalistica em qualquer veículo de comunicação
social.

O resto é abobrinha.

Deixo vocês com um vídeo americano divertidíssimo que pega pesado com todos os candidatos a presidente na eleição do ano passado. Só como exemplo do que liberdade de expressão significa. As legendas estão em inglês.

httpv://www.youtube.com/watch?v=adc3MSS5Ydc

Anúncios
19 comentários
  1. Jay Jay, Nigeria disse:

    Oi Denis,
    Essa coisa aí é uma proposta de lei ou uma brincadeira de mau gosto? Para já faltou cérebro aos humanóides que propuseram tal absurdo, ou eles devem estar achando que os outros não tem cérebro, o que pode ser uma hipótese, pois foram os “outros” que votaram neles.
    Absurdo !!! O melhor mesmo é torcer para não haver desenvolvimento de forma alguma no Amazonas e escolher o lugar mais isolado da floresta para viver nela, assim talvez fiquemos a salvos desses estafermos.
    Tem certeza que isso aí não é maquinação dos aiatolás de meia tijela?
    E eu que estava me preparando para ter uma noite de sonhos tranquilos. Ilusão, isso aí é criadouro de pesadelos. Vade retro.

  2. Márcio disse:

    Estava acompanhando esse lance já por outros sites e achei bem legal você falar disso aqui! Vemos coisas como essa, bem como a questão da MP 458 – com uma série de pontos inconstitucionais (http://politicaetica.com/2009/06/24/procuradores-do-mpf-apontam-9-pontos-inconstitucionais-na-%E2%80%9Cmp-da-grilagem%E2%80%9D/) e que, mesmo assim, vai passar por força e lobby (esse não é proibido) desse ruralistas “bandidos” sim. Apesar do veto de um importante artigo, vai ser uma grande festa pra esses infelizes. Voltando à questão, eu já falei que apóio a desobediência civil aqui em outras ocasiões, e reforço isso novamente. Tesmo que contruir uma cultura pirata em todas as dimensões…

  3. Márcio disse:

    …e em todas as esferas de atuação, seja elas de âmbito público ou privado. Esse tipo de representação política não funciona e estamos vendo isso a todo o momento aqui no Brasil: política ambiental, liberdade de informação (esse AI-5 digital agora), os atos secretos do senado, a luta contra a população de rua em São Paulo etc etc…Parece o fim dos tempos. Quando falamos em interagir desenvolvimento e preservação, sinceramente não vejo como. Com esse modelo político arcaico, com essa elite política e econômica feudal, que só se volta pra si mesma, acho impossível!
    Força aos piratas! Força à desobediência civil!

  4. #42 disse:

    Denis você como jornalista de uma influente organização midiática deve se juntar com os seus companheiros de jornalismo e entrarem numa campanha contra essa proposta FDP e digna dos Aiaolás. Pois o povo vc sabe q nunca se uniria contra esses crápulas!

  5. Rogério O. Soares disse:

    Denis
    Agora que os antigos partidos de esquerda assumiram o outro lado da moeda eles não admitem a liberdade de expressão por que isso está no DNA deles. Leis podem ser mudadas e um dia quem sabe depois da fachina estas coisas serão revistas.
    Abraço aos leitores

  6. Stefano disse:

    Por que o povo brasileiro é tão acomodado e só reclama? Eu mesmo estou reclamando disso mas não faço nada, que droga!
    Denis, parabéns pela matéria sobre os coletivos na super desse mês, achei demais. Abraços!

  7. Bruno Innecco disse:

    A voz do locutor parece a do Governator, Arnold Schwarzenegger… tem até um pouco do sotaque dele, meio disfarçado com a voz “enrouquecida”.

  8. Rogério O. Soares disse:

    Denis. Falando sobre liberdade de expressão:

    Diogo Mainardi
    Hoje vc. está postando seu último artigo na Veja? Fico feliz de saber, apesar da acertada crítica que faz a este governo imcomPTente vc. maculou sua história no jornalismo com essa visão sonolenta e perdida sobre política externa, os elogios que faz a Bush, Dick Chaney, Sarah Palin etc tiveram um efeito devastador até nos “garotos enxaqueca” que o apoiavam. Até audiência do Manhattan Connection vc tira com esta rebeldia sem causa para com o atual governo americano. Nenhuma amargura pessoal pode suplantar a seriedade profissional mesmo de um sorveteiro. Boa sorte e seja feliz para onde for, só ñ seja tão chato como foi aqui 😉

  9. Fran disse:

    Excelente matéria! Retrata bem o cenário atual da politicagem totalitarista imposta por determinados tipos e determinados partidos que se encontram no poder.

    Eu mesmo já fui vítima desse tipo de abuso.

    Já estou revertendo esse jogo!

    Parabéns Denis!

  10. Daniel Barcia disse:

    Cuando vcs,nos,frecuentamos escolas,para ter uma
    formaçao minima de cultura,tudo e mais facil,e que o
    problema maior nosso,e a maioria da população,não teve
    esta minima chance,sempre o povo teve que se virar,a
    partir dai viro esta vagunza generalizada,o que e democracia
    para esta maioria destes cidadaos,so escutan falar da epoca
    da ditadura,e para eles o que mudo realmente,o povo não teim
    muita historia,ele precisa de dineiro pra viver,e cualqur coisa serve.
    E QUE AQUI COMENÇA A VANTAGE DOS POLITICOS,ARCAICOS
    E SO PREOCUPADOS EN SUAS PROPIAS MODORMIAS

  11. Pedro disse:

    Pessoal, não vamos poluir o blog do Denis. Melhor nem falar do Mainardi porque de lixo o mundo já ta cheio. Já basta ver a fotinha dele em toda edição da Veja. Não consigo gostar desse cara.

  12. MARK disse:

    E assim que eles querem que o pais se espelha.Soberania?.Essa e uma imagem distorcida.

  13. Felipe Maddu disse:

    Em Honduras a direita adora a democracia né Rogério, assim como no Irã de Ahmadinejad haeuhaeu Aqui a direita é santa como o Dem-Pfl-Pds-ARENA, faça me rir!!!!

  14. WALTER MANOCCHI disse:

    Claro que não temos temocracia, principalmente para os pobres. Alguns brasileiros americanisados, só criticam, a venezuela, bolivia, china, russia e outros paises socialistas. Porem não vejo nenhum
    destes quinta colunas se manifestarem, contra guantanamo, a imposição dos americanos para impor
    goela abaixo seus conceitos ideologicos, os preconceitos contra mulsumanos, as cadeiras eletricas,
    as camaras de gas, os canalhas dos Bush pai e Bush filho. e muitas outras indescencias que pairam por lá. A fobia que foi criada nos EUA, foi criada por quem? não foi americanos que apoiaram e armaram Bin Laden contra os russos? Essa canalha e nojenta invasão do iraque, nenhum desses tendenciosos hipocritas não falam que os argumentos para a invasão foram mentirosas e que o real motivo foi a ganancia pelo petroleo. Esses pessimos brasileiros, ´só fazem isto para defender esse capitalismo escravagista e ganacioso, onde o que vale é o dinheiro e riquezas que tem que ser conquistada a todo e qualquer custo, não importando a vida do trabalhador e cidadões mais pobres, pois estes, no conceito capitalista são objetos descartaveis e que podem ser jogados fora após o uso. Os máus patriotas, defensores dessa elite e nobreza não tenho a menor duvida de que deveriam ser fuzilados sem a minima compaixão, pois são assassinos desumanos que não sentem e nem ligam para a fome e miseria dos miseraveis brasileiros que morrem estupidamnete de frio, fome e sede de justiça e democracia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: