Garoto eu vou prá Califórnia

Por um ano, entre agosto de 2007 e agosto de 2008, morei no Vale do Silício, na Califórnia. Amanhã saio de férias e volto para lá para rever os amigos. Aproveito para passar 3 semanas trabalhando pelos Estados Unidos, fazendo uma pesquisa para a Editora Abril. Eu saio de férias, mas o blog não. Continuarei postando. Só não espere tanta periodicidade, nem assuntos tão sérios. Este é um blog de um homem de férias!

Para comemorar republico abaixo a coluna que publiquei na revista Vida Simples quando estava me despedindo de lá, ano passado. Pelo menos meu time melhorou de lá para cá.

A foto eu fiz junto com minha esposa, Joaninha, numa noite em que acampamos na praia, no meio da viagem de bicicleta que fizemos entre San Francisco e Los Angeles. É uma longa exposição – a câmera ficou aberta por vários segundos, enquanto a Joaninha escrevia a palavra “Califórnia” com a luz do farol da bicicleta.

noite1

Dê orgulho aos seus avós

As coisas que importam de verdade não podem ser encaixotadas

Por um ano, moramos na Califórnia. É daqui, da terra do Schwarzenegger e da internet, do Baywatch e do Chips, do skate e dos hippies, da mountain bike e do carro elétrico, de Hollywood e do faroeste, da new age e do surfe, dos bondinhos e dos conversíveis, que eu tenho escrito para você todo mês. E você tem sido minha conexão com o Brasil, junto com o Tom Zé, o Corinthians (que às vezes eu queria esquecer) e a caipirinha (não se acha uma cachaça decente por aqui).

Agora estou aqui, cercado de prateleiras vazias e caixas cheias, na casa onde eu e minha Joaninha estudamos e bebemos e cozinhamos e fizemos amigos e vivemos por um tempo. O DJ automático (meu I-Pod) achou que a cena merecia uma música triste e começou a tocar As Tears Go By, dos Stones. É verão, faz um calor de rachar, tenho um gim e tônica na mão cheio de pedras de gelo e a sensação de que vou lembrar deste momento pelo resto da vida. O dj I-Pod resolveu substituir a melancolia por uma alegre ironia pop e atacou de Banho de Lua, a versão dos Mutantes.

Estamos em meio ao trabalho de transformar tudo de concreto que sobrou deste ano em quatro peças de bagagem de 32 kg cada e duas bagagens de mão de 18 kg. Hora de encaixotar os livros e dobrar as roupas e esvaziar as garrafas (daí o gim e tônica). Hora de pegar aquelas torres de folhas de papel – tudo aquilo que acumulei na crença de que “pode ser importante” – e decidir, folha por folha. Isso é importante. Isso não é importante. Isso é importante. Isso não é importante. Tudo o que tivemos por um ano está separado em três pilhas: “para levar”, “gostaríamos de levar” e lixo. Lixo é, disparado, a maior pilha.

Ontem, chamamos um especialista em limpeza de tapetes para fazer um orçamento aqui em casa. A casa é alugada e por contrato temos que devolver ao proprietário com tudo em ordem. O sujeito da limpadora era um senhor bem californiano, os cabelos brancos presos num rabo de cavalo, o jeitão de velho hippie que já viu de tudo mal dissimulado pelo macacão bege. Ele entrou em casa, mas em vez de olhar para os tapetes foi logo reparando nos livros na prateleira, na minha camiseta com o nome de uma praia (“eu costumava ir lá nos anos 60 para pegar mariscos”, ele disse), nas fantasias empilhadas no chão (Halloween, o mais perto que a pernambucana Joaninha encontrou de Carnaval), nos cartazes na parede.

Um dos cartazes é uma foto preto e branca do Einstein andando de bicicleta. O limpador de tapetes olhou para a foto e disse: “Eu adoro o Einstein. Gênio é quem acha o conhecimento na ciência e consegue mudar o mundo real com ele”. Depois ele me contou que o filho dele é um gênio – um desses gênios de computadores que estão mudando o mundo a partir daqui da região onde eu moro, o Vale do Silício. Ele não quis me dizer o que o filho dele faz, segredo industrial eu acho, mas garantiu que eu ainda vou ouvir falar nele. Já é o terceiro velho hippie que encontro que tem um filho ficando rico com computadores.

Quando ele estava indo embora, eu perguntei: “você tem alguma recomendação?” Eu me referia ao tapete. Queria uma dica de como limpar. Ele entendeu errado, acho, e respondeu: “leve uma vida boa. Dê orgulho aos seus avós.”

Eu amo a Califórnia.

Denis Russo Burgierman morre de saudades do Brasil. Mas não de tudo no Brasil.

Anúncios
29 comentários
  1. Rogério O. Soares disse:

    Denis, eu viajo com essas suas aventuras pelo mundo, isso me traz até inspiração para conquistar a mulher mais fantástica do mundo chamada Letícia. Ela ainda não sabe mas ela é minha e somente minha, me espera no aeroporto pra mim te aprentala Denis! 🙄

    Abraço aos leitores

    P.S.: Denis parece o Bear Grylls do National Geographic com a diferença que ele leva a namorada nas aventuras e não come olho de bóde, acho [:P] ?

  2. Luiz Carlos Pôrto disse:

    Boas férias Denis

    Mas mesmo assim vou te falar algo muito sério. É incrível a capacidade e a criatividade humanas. Agora não há mais desculpa para que países ricos e pobres não definam metas justas de corte das emissões de GEE.

    A Universidade de Princeton criou um método para distribuir de forma justa entre os países as metas globais de corte de emissões. Veja:

    http://www.silvaporto.com.br/blog/?p=260

    Daí da Califórnia dispare uns e-mails para divulgar essa ótima ideia. O Governo Brasileiro poderia defender seu uso. É justo.

  3. Dé disse:

    tenho dois filhos e há pouco mais de um mês acompanho seu blog, pois acho que preciso fazer a minha parte e ensiná-los a deixar uma mundo melhor prá “sei lá eu quem vier”…. hj tomo a liberdade de escrever pq gostaria de conhecer a Califórnia … sempre achei que lá eu me sentiria em casa… engraçado né???? Boas férias … aproveite seu tempo e faça da saudade que sente, sua alegre e satisfatória e proveitosa estadia…
    califórnia…. me aguarde…

  4. #42 disse:

    Boas Férias Denis! Eu adorava aquele seu blog da época em q vc estava na California… Ve se nos dá um gostinho da terra do Schwarzenegger e do Baywatch!
    ps.: O Bear Grylls naum é do Discovery Channel ?

  5. Pedro disse:

    Denis, boas ferias e duas perguntinhas:
    1- Como e viajar de bike de Sao Francisco a LA? Vc vai por uma ciclovia ou pelo acostamento?
    2- Em LA e Sao Francisco, o que vc sugere pra conhecer la que nao esta nos catalogos turisticos?

    Vc tem otimo gosto pra time de futebol. Somos HEPTACAMPEOES BRASILEIROS (4 nacional + 3 copa do Brasil)

  6. Pedro disse:

    Parabéns Dênis e boas férias na terra daqueles que enxergam as coisas primeiro – apesar de verem o sol por último. Eita meu cotovelo que dói..hehe. Abracos.

  7. Rogério O. Soares disse:

    #42

    Rss. 😳 Obrigado pela correção!

  8. Claudia disse:

    Boa viagem!!
    Adorei a foto! 🙂

  9. denis rb disse:

    Pedro,
    1. A maior parte do caminho não tem ciclovia – é acostamento mesmo, os motoristas respeitam. O negócio é escolher estradas secundárias – nós tentamos ir sempre pela beira do mar, as vezes pela highway 1, às vezes por estradinhas tranquilas. Recomendo muitíssimo ter um guia para ajudar a traçar os caminhos. Nós temos o Lonely Planet Cycling inthe US West Coast, que é ótimo. É defícil de encontrar, então posso te emprestar o meu, se você jurar devolver. (Só em agosto, este mês ele estará em uso).
    2. LA conheço mal. SF: cara, perca-se na cidade. Vá caminhar pelo Mission, pela beira-mar, pelos morros. Entre nos cafés e passe horas lá dentro. Alugue uma bike e cruze a Golden Gate.

  10. paraxaba disse:

    oi Denis.comecei a ler voce ha pouco,naquele post FALSO DILEMA.pelo engajamento.PENSEI QUE IA PASSAR FERIAS NA AMAZONIA.fica o convite para a proxima.BOAS FERIAS.

  11. Isa disse:

    Adorei a recomendação! O mundo precisa de mais velhos hippies como esse. E de um pouquinho dos ares da Califórnia…
    Boas férias, Denis! 🙂

  12. ispicho disse:

    Dênis! Tendo oportunidade vá tomar um bom vinho em um dos vários restaurantes em SF na area do Twin peaks( haight st ) além de ser muito bom a vista é realmente de perder o folego.

  13. Calura disse:

    Ai Denis,esse sim e um pais que te da oportunidades para ser alguem na vida.Eu tmb adoro a California,como tmb esse pais..

  14. Pedro disse:

    Calma aí gente. Vamos pra Califórnia, vamos adquirir conhecimento lá, e depois vamos trazê-lo pro Brasil igual o Dênis fez. Nada de falar mal do Brasil só porque eles lá parecem estar a nossa frente. Se não acreditarmos em nosso país ele nunca vai chegar lá. Isso aqui não é só nossa terra, somos nós também. Falar mal da nação é falarmos mal de nós mesmos. Tá faltando só um pouquinho pro Brasil tomar jeito. Vamo que vamo!

    Dênis volte com mais idéias pra gente debater! Aliás… vai mandando no meio do caminho igual vc falou mesmo. Abracao.

  15. Rogério O. Soares disse:

    ispicho é chique de tudo!

  16. Pedro disse:

    Melhor admirar um restaurante de qualidade e uma vista das montanhas do que uma Hilux 4×4, não?

  17. Felipe Maddu disse:

    Po, a matéria ficou meio desatualizada Denis, o coringão agora é o melhor time do Brasil na atualidade!! Ronaldo!

  18. Sirangelo disse:

    Não come olho de bode mas come testículo de peru! Tem várias testemunhas. 😀

    boas férias na terra daqueles que enxergam as coisas primeiro – apesar de verem o sol por último! [2]

    (adorei isso)

  19. André disse:

    Ótimo post.
    Ótimo blog.
    Ótimas férias!

    abraços,

  20. Rogério O. Soares disse:

    EKA testículo de eru nãããããããããããããããão 😮 😮 😮

  21. Rogério O. Soares disse:

    Testículo de Peru kakakakakakakaka

  22. denis rb disse:

    Era uma churrascaria rodízio em Foz do Iguaçu. O cara veio com os tais testículos. O que eu ia fazer? Recusar? E perder essa oportunidade?

  23. Rogério O. Soares disse:

    Bear Grylls sem dúvida 😡

  24. Vitor disse:

    Boa viagem,e muito bom post. Vou dizer que rolou uma lágrima furtiva. Ab.

  25. Felipe Maddu disse:

    California Übber Alles!! Tb amo a califa o clima praieiro o hardcore melódico, ainda irei!

  26. Sergio disse:

    chance de viver fora do pais e apreciar a beleza desse mundo.
    Diversos temas ainda existem para serem explorados sobre a vida de exilado.
    Aguardo o proximo… “Quem estiver na frente decide onde virar, quem vier atrás segue”, entao guie.
    Eu sou mais um que “Morre de saudades do Brasil, mas não de tudo no Brasil”.

  27. Sergio disse:

    Cara, confesso que no inicio, olhei para este Blog com uma certa desconfianca.
    Achei que era mais alguma coisa ligada a meio ambiente, daqueles verdes.
    Puro preconceito eu admito, eu valorizo o tema, mas nao e meu favorito.
    Leitor antigo da Veja, estava acostumado ao conteudo politico do Diogo e do Reinaldo, ate entao meus preferidos….
    Algum tempo depois, notei que estou lendo os seus posts primeiro, e estou achando os meus antigos favoritos, uns chatos…(sera que estou com preguica do Brasil??? )
    Penso que a real razao da minha mudanca e a riqueza dos seus posts.
    Assuntos tao diversos como ambiente, muqueca, coexistencia, tolerancia e oportunidade sao comuns aqueles, que tem a c

  28. Carlos disse:

    Moro atualmente na California, sul de Los Angeles, e apesar de gostar muito de San Francisco, discordo de que a California seja tao maravilhosa assim. Moro perto da praia. Legal, mas nao e’ praia brasileira. Nao pode tomar cerveja, e’ ilegal, o mar e’ gelado, e cheio de algas o tempo todo. ah, tambem nao pode ouvir musica ou jogar bola. E’ ilegal… Saudades do Brasil!
    ate mais
    Carlos
    http://tiradas.com.br

  29. samir kumaira disse:

    Foto belíssima e agora que tenho acesso ao seu blog,fico satisfeito em teclar com vc e perceber que ainda existe esperança,gente de qualidade e a enorme beleza da cultura globalizada.Não desanimaremos diante dos safados!Retrucar,resisistir e ao mesmo tempo enturmar com tanta gente legal que vemos no mundo: essa é a tarefa dos vivos da terra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: