É grátis

Interessante estar em San Francisco, a capital mundial da contracultura, um ano depois do derretimento do sistema financeiro internacional. A cidade, que é rica pacas, dá alguns sinais de sentir a crise – lojas fechadas, gente preocupada. Mas, mais que tudo, o que eu sinto no ar é uma efervescência, uma sensação de que a cidade aposta suas fichas em ajudar a mudar o mundo depois do desastre.

Exemplo: esta semana, o jornal semanal alternativo SF Guardian tem uma edição especial – The Free Issue, “a edição grátis”.

guardian

A tese do jornal é que, nos últimos anos, caímos numa armadilha: fomos convencidos pelas corporações de que tudo na nossa vida se resume a transações financeiras. E que isso esvaziou nossas vidas de senso de comunidade, de colaboração, de generosidade. Preferimos contratar alguém para um serviço, em vez de pedir um favor para a vizinha – porque tememos a obrigação social que acompanha um favor, que é retribuir um dia. E não queremos ter que convidar a vizinha para um churrasco em casa.

O jornal traz uma defesa de um novo modelo, que é bem simples. Começa com você. Ofereça favores. Ajude. Doe coisas que você não usa para quem você acha que vai usar. Se gente suficiente fizer a mesma coisa, a tendência é de que uma hora esses favores desinteressados comecem a voltar para você. Afinal, se todo mundo doa, todo mundo recebe. E aí, como você vai ganhar coisas de graça, você não vai precisar de tanto dinheiro para viver. E talvez possa se estressar menos, trabalhar menos, se preocupar menos.

Aí o jornal vem com um guia de coisas grátis para fazer nesta cidade caríssima. Bem legal.

Anteontem fomos visitar um amigo, o Chris Carlsson, que já vive em função desses valores. Ele é um dos ciclistas que, nos anos 80, criou o Critical Mass, o movimento anárquico de invasão das ruas pelas bicicletas que depois se espalhou pelo mundo inteiro. No meu próximo post, conto um pouco mais dele.

Anúncios
7 comentários
  1. Rogério O. Soares disse:

    Isso me faz pensar na República de Platão. Não há necessidade de se preocupar em como melhorar a vida social acordado, em vez disso recostamos nossa cabeça em um travesseiro de penas de ganso, imersos em um sonho lindo de Teletubbies.
    zzzzzzzzzzz
    Abraço aos leitores

  2. Davi Pires disse:

    Uau! Manda mesmo um relato dessa conversa do Chris Carlsson!

  3. Vitor disse:

    “Some day, and that day may never come, I will call upon you to do a service for me. But uh, until that day, accept this justice as a gift on my daughter’s wedding day.”

    😉

  4. Bento Epaminondas disse:

    Olá Denis,

    Não sei se você conhece, mas em Belo Horizonte existe uma Loja Gratis, que trabalha com essa idéia…

    http://www.lojagratis.tk/

  5. #42 disse:

    Puxa eh por isso q eu adoro… naum corrigindo… amo os posts so denis! O cara viaja pacas! (no bom sentido) E nos põe num verdadeiro turbilhão d idéias novas e interessantes, nesse caso ele nos apresentou um jornal alternativo-que-a-maioria-nunca-tinha-ouvido-falar e que parece ser show! Valeu Cara!
    E aih uma perguntinha! Você acredita na Apollo 11? Que os americanos realmente foram a Lua? EU acredito…

  6. LianaF disse:

    Denis,

    recebi a Vida Simples, de agosto, e não acreditei quando li o teu artigo. não acredito que você vai sair. a revista vai perder 200 páginas com a sua saída!
    mas, tudo bem, você é O CARA e se está saindo de lá é porque está indo fazer algo melhor ainda, tenho certeza.
    obrigada por trabalhar por um mundo melhor.
    sou estudante de jornalismo, e ler os teus artigos e posts faz com que eu acredite que é possivel muda.

    um grande abraço, e
    continue sempre feliz, soltando pipas, conhecendo lugar, pessoas, e contanto histórias.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: