Hipocrisia anti-gay

outrage

Quando adolescentes se juntam para infernizar seus colegas gays, ou bater neles, não é incomum que haja meninos gays entre os agressores. Não é difícil de entender por quê: num mundo em que ser gay é algo terrível, condenável, imoral, participar de um ataque covarde pode ser um jeito de desviar a atenção de si para os outros. “Eu não sou gay. Até bato em gays.” É também um jeito de descarregar a raiva contra sua própria homossexualidade.

O chocante é que esse padrão não se dá apenas entre crianças. Adultos gays não assumidos estão entre os maiores inimigos dos homossexuais. É esse o tema do documentário Outrage, de Kirby Dick, que assisti esta semana. O filme revela que vários dos políticos mais conservadores dos Estados Unidos, os mais ferozes oponentes de direitos para homossexuais, na verdade são gays firmemente trancados em seus armários.

O filme desmascara um a um esses políticos: os deputados David Dreier, Ed Schrock e Jim McCrery, o senador Larry Creig, o gerente de campanha de Bush Ken Mehlman, o atual governador da Flórida, Charlie Crist. Todos são republicanos. Todos são conservadores. Todos têm um longo histórico de votar contra o direito ao casamento ou à adoção, contra a inclusão da homofobia entre os chamados “crimes de ódio”, contra qualquer direito aos homossexuais. Não se trata de mera boataria: o documentário toma o cuidado de mostrar provas: fotos, gravações, depoimentos.

O problema de reprimir a sexualidade é que uma hora ela escapa (vide os escândalos recorrentes na Igreja Católica). Esses políticos conservadores, forçados a fingir que são maridos responsáveis e defensores dos valores da família, cedo ou trade escorregam e são flagrados em bares gays, na companhia de garotos de programa, ou em banheiros públicos. Muitas vezes eles são denunciados por ex-parceiros, que se irritam com a hipocrisia. Um blogueiro chamado Michael Rogers fez sua carreira desmascarando políticos anti-gay que na verdade são gays.

Saí do filme com a sensação de que muito do movimento conservador contra os direitos dos homossexuais na verdade se apoia em líderes que são gays e não conseguem lidar com isso. Não é incrível?

Foi inevitável fazer o paralelo com o Brasil. Aí, como aqui, a imprensa não fala abertamente do assunto. Mas talvez o sistema americano, com seu apego aos “valores da família”, acabe favorecendo a hipocrisia, o fingimento, principalmente entre os conservadores. O fato é que em nenhum dos dois países os homossexuais políticos costumam sair do armário: o risco eleitoral seria grande demais, eles avaliam. Será que seria mesmo? Ou será que parte dos eleitores acabaria premiando sua sinceridade? O que aconteceu na última eleição para prefeito de São Paulo, quando um ataque preconceituoso contra a sexualidade de Gilberto Kassab saiu pela culatra e acabou ajudando a elegê-lo, me faz ter essa dúvida.

Anúncios
84 comentários
  1. dione disse:

    bom caracterizar … preconceito cmo uma auto defesa ..no minimo [é um desculdo contra a sociedade ..a bruta realidade sempre bate a porta dos hiprocritas ,na verdade sempre sabemos o que realmente somos mas nem sempre temos a coragem de enfrentar com consciencia esta realidade …

  2. alessandra disse:

    A grande maioria dos agressores a gays na verdade são gays que não tem a capacidade de se assumir,se reprimem e querem reprimir a todos com seus valores idiotas.Ja passei por varios casos como esse, uma vez me envolve com uma mulher casada um dia ela estava conversando com suas amigas o quanto achava nojento duas mulheres se beijando achei absurdo mas,ela disse que falava assim pq tinha medo q alguem desconfiace depois disso terminamos.

  3. Cesinha disse:

    Também, não é assim. Porque se gosta da fruta não se é obrigado a comer as cascas. O que muitos “gays” são contrários é a certas reivindicações “cor-de-rosa”, como por exemplo: casamento entre pessoas do mesmo sexo. É ridículo o faz-de-conta do “casal” repetindo todo o cerimonial do casal comum na igreja: jogar o buquê, o arroz, todas essas frescurites. E a vida em comum de um casal de “gays” é a coisa mais bizarra que se pode imaginar (sempre tendo o cuidado de imitar o comportamento de um casal normal). Outra coisa ridícula e inadmissivel é a tentativa de tornar crime uma coisa que o código penal já contempla: a agressão a homossexuais. Quando os “gays” criarem dentro de si o senso do ridículo e passarem a reivindicar aquilo que acham justos para si, ao invés de tomar as ruas e transformá-las num circo de exibição de ridículas pantomimas… Aí, sim…

  4. driko disse:

    Infelizmente ainda vivemos num mundo mergulhado na hipocrisia , no moralismo religioso , na ignorância…..
    O que mais me deixa chocado é saber que as pessoas que mais oprimem os homossexuais , são também gays (enrustidos) que usam esta tátixa para se camuflarem , sendo então covardes, por nao assumirem o que realmente são.

  5. Rogério O. Soares disse:

    Na empresa em que eu trabalho com exceção do motorista, eu, chefe (talvez), um ou outro vendedor todos são gays e mesmo assim a convivência é respeitosa.

    Abraço aos leitores

  6. NINA disse:

    EU MORO COM UMA MULHER, E TENHO UM RELACIONAMENTO MARAVILHOSO.
    O CARATER DE UMA PESSOA NAO ESTA NA SUA OPÇÃO SEXUAL.

  7. André disse:

    acho que ser gay ou não é uma opção da pessoa, apesar de achar nojento e repugnante aceito a opção alheia tendo em vista de que cada um tem direito de ter a opção sexual que quiser, sou ateu então não acredito em deus sendo casamento uma coisa apenas “vaga” para designar que os bens serão separados no final.
    bem lembrado nas palavras de Cesinha de que ter uma opção sexual não lhe da o direito de tomar as ruas e dizer a deus e o mundo que é gay, acho que um verdadeiro homosexual ou heterosexual não tem a necessidade de expressar a deus e o mundo o que é ou não, apenas reserva-se a si.

  8. Rogério O. Soares disse:

    Endosso André!!!!

  9. Cesinha disse:

    Para “Rogério O. Soares” disse:
    julho 23, 2009 às 3:19 pm

    Se há uma coisa que gosto, que admiro, é ser espirituoso. E o Rogério é demais! Eis o que ele diz: Com exceção de alguns, – inclusive o próprio – todos são “gays” no seu trabalho! Nunca ri tanto! Evidente que ele está brincando fazendo galhofa para confundir os leitores comentaristas.
    Mas, falando sério, sem levar para o lado do preconceito, pois não sei o que é isso, acho que se trata de brincadeira pois como se explica a concentração de tantos “gays” por metro quadrado nesse local de trabalho? Repito, não se trata de preconceito ou algo discriminatório, mas, a não ser que o espaço promova a valorização do “gay”, somado à oferta de algo por que se sinta atraído, como por exemplo, salões-de-beleza, saunas “gays”, balés, etc., um espaço não reúne aleatoriamente mais do que 10 por cento de “gays” no universo de trabalho em qualquer área.

  10. Rogério O. Soares disse:

    Cesinha vc. é perspicaz e dispensa comentários ABRAÇO!

  11. JUCA disse:

    Mais uma vez tem que ser lembrado que ser gay não é opção, ninguém opta: vou ser gay, ou, não vou ser gay. Ser gay é algo que já nasce com o ser e uns descobrem isto cedo, outros mais tarde e alguns nunca. E ha aqueles, como na reportagem, que sempre sabem mas não admitem nem para eles mesmos que são, e fazem o pior, em determinados momentos largam suas familias, em casa, para irem ao futebol ou reunião e então vão pegar garotos de programa ou freguentar saunas e lugares afins camuflados e sem pudor algum. Então vamos lembrar: ser gay não é opção, opção sim é como se é gay. E é claro que temos muitos em todos os ramos de atividades e pq não na politica?, o que doi é o falso moralismo.

  12. mauro disse:

    olha mais hipócrita do que esses politicos americanos gays é essa reportagem. explico: ficou no ar que qualquer um que critica o movimento gay é gay, isso não é verdade. pode até ter alguns dentro do armário mas não são todos e o que a reportagem tenta colocar que qualquer um que tentar ser um pouco mais consevador é gay. por favor seja menos parcial.

  13. FLAVIO disse:

    Bem dito quanto se compara a sociedade americana com a nossa.
    Nossos pilares de uma sociedade patriarcal, tão ultrapassada, mas ainda arraicada ao nossos hábitos e incosciente coletivo, que não nos deixam ver que o importante é o amor, e a felicidade de estar com alguem que tenha ou não algo diferente ou igual entre as pernas.

  14. Paulo Gastaldo disse:

    Pura frescura. Ninguem tem nada a ver com o tipo de vida que os demais levam. Não tem que se chocar, nem nada. Tem coisas horríveis acontecendo e as pessoas não se abalam. Agora, basta uma ceninha de afeto entre iguais e todo mundo fica arrepiado. Já é hora de se deixar que cada pessoa decida com quem e de que forma quer viver. Para quem quer deixar seus bens ( respeitando os herdeiros legais ), que papel quer assumir numa relação, como deseja vestir-se, etc, etc e etc, e tudo o mais que pessoas podem e devem fazer que não prejudique os demais.

  15. #42 disse:

    Sabe tem certas coisas q ainda temos q discutir, q se pensarmos bem, eh ridiculo o fato d ainda estarmos discutindo… fora pequenos detalhes, eu naum vejo diferença entre um gay, um negro, um branco, japones, índio, são todos humanos, comem, tem desejos, necessidades, (e como diz um ditado) vão tudo feder depois q morrer! Todos constitucionalmente e moralmente tem d ser tratados como IGUAIS, se os gays querem ter o direito a formar uma familia deve d ser direito deles, se um gay acha ridiculo imitar uma familia tradicional, q naum imite! Nós humanos já temos tantos problemas para resolver, problemas q ameaçam a nossa existência! …

  16. #42 disse:

    … imagine quantos problemas serão resolvidos com a simples atitude d tratarmos TODO ser humano como UM SER HUMANO! Pense bem… a minha lista mental d problemas q poderiam ser resolvidos com essa atitude eh imensa. Alguém aqui não acha q a humanidade tem sido um tanto egoísta?

  17. #42 disse:

    E Mauro, sinceramente eu não acho q o Denis tenha generalizado, ele apenas não disse para NÓS não generalizarmos! Afinal eh um tanto imaturo generalizar, não?

  18. Luciane disse:

    oi Denis, estou por perto. Mudei para San Jose esse mes. Gosto muito do que vc escreve. Entre em contato se quiser, vou ficar feliz, tambem tenho um blog – ninaelara.blogspot.com – nada muito especial, so mesmo para colocar fotos das minhas meninas, abraco

  19. denis rb disse:

    mauro, não insinuei em nenhum momento que todo homofóbico é gay, apenas afirmei, com base em dados concretos, que vários são. Mas tenho clareza de que homofobia denuncia sim uma dificuldade de lidar com a própria sexualidade.
    Cesinha, me perdoe, mas seu comentário carece de qualquer conhecimento de causa. A luta pelo direito ao casamento não tem nada de cor-de-rosa, nem se trata de uma tentativa de “copiar” heterossexuais. Não se trata de querer o altar, o casamento na igreja, o vestido de noiva. Trata-se, isso sim, de reivindicar direitos iguais ao de qualquer outro cidadão. Por exemplo, o de visitar o parceiro doente terminal inconsciente num hospital. Ou o de herança.

  20. Jay Jay, Nigeria disse:

    Subscrevo Paulo Gastaldo e No. 42. Estao mais que certos.
    Ficar preocupado e “injuriado” com a maneira de ser dos outros é absoluta falta de ter o que fazer e o que pensar.
    Discriminaçao já era e há muito tempo. O negócio é tocar o barco para a frente e respeitar o direito alheio.
    Quanto aos homofóbicos, muitos deles sao depravados e muito suspeitos. Agindo da maneira que agem dao mesmo a impressao de serem inrustidos. Deveriam estravazar os seus conflitos internos num diva de psicanalista, nada mais.

  21. Jay Jay, Nigeria disse:

    Ué,

    O Paraxaba ainda nao apareceu com as suas pérolas de sabedoria.

  22. Rogério O. Soares disse:

    É! Kde o Paraxaba?

  23. Rogério O. Soares disse:

    DENIS! Se me permite a ousadia sugiro tópico sobre o presente britânico embalado em conteineres. O Ministro Gazela Louca Minc está sendo um verdadeiro herói.

    Abraço aos leitores

  24. Juber disse:

    Isto prova que nem todos os gays querem um mundo de gays como querem alguns grupos.Prova também que nem todos estão satisfeitos com esta opção.Tenho vários amigos gays e eles não são felizes e dariam tudo para recomeçarem.

  25. paraxaba disse:

    oi Rogerio.Nigeria.
    nao tenho opniao formada,a densidade na fauna local é muito baixa.

  26. Cansada disse:

    Nunca tive preconceito,até me apaixonei por um gay e ele por mim, mas não houve nada, penso que tem segue por esse caminho tem algo anormal dentro de si, e o pior, é que não sabe disso. Tudo bem, cada um vive a sua vida como quer, só não pode invadir a minha nem pedir a minha opinião como esses movimentos vem fazendo, querendo invadir a privacidade das pessoas e fazê-las mudar de opinião, respeito se conquista como a Roberta Close e o Clodovil, não precisaram se aparecer.
    Esse movimento é muito suspeito. Parece que querem transformar todos em gays. E ninguem vê isso…Na realidade querem é destruir a sociedade. Só o amor constrói.

  27. cansada disse:

    …só o amor constrói, se o amor fosse nosso maior valor, os gays seriam respeitados, como os negros, como as mulheres, etc. Não haveria tanto preconceitos, e nem tantos gays…

    …e hoje o homossexualismo para muitos é problema existencial, pois sofremos a pressão de ter que aceitar uma coisa que não aceitamos como natural, e sofrem os que são assim como os que não são…

  28. cansada disse:

    E concordo com você Juber, se os gays fossem felizes não ficariam tentando obter a aceitação e a aprovação dos outros…
    Isso mostra que eles mesmos não se aceitam…

  29. Luis disse:

    Discordo que opcao sexual e algo que nasceu com a pessoa. Acredito que haja uma tendencia a atracao pelo mesmo sexo, mas convivencia e sociedade moldam o comportamento.
    E dificil de aceitar, mas heterossexuais sao ainda a grande maioria e sera sempre assim. Como maioria e’ sempre complicado de aceitar a posicao da minoria, especialmente em um assunto tao complexo. Parabens pelo artigo brilhante.
    Luis

    http://tiradas.com.br

  30. Jay Jay, Nigeria disse:

    Antes era um, agora parece que sao dois.
    É impressao minha ou Cansada é irma do Paraxaba?
    Porque realmente, a relaçao entre ser feliz e obter aceitaçao dos outros e no final nao aceitarem a si mesmos ficou um pouco confusa.
    Alguém entendeu? Acho que é preciso desenhar.

  31. Rogério O. Soares disse:

    Serve esse desenho gay caro Jay Jay?

    ___øøøøøøøøø___øøøøøøøø ø___
    __øøøøøøøøøøø_øøøøøøø� �øøø__
    __øøøøøøøøøøøøøøøøøøø øøøø__
    __øøøøøøøøøøøøøøøøøøø øøøø__
    ___øøøøøøøøøøøøøøøøøø� �øø___
    ____øøøøøøøøøøøøøøøøøø ø____
    ______øøøøøøøøøøøøøøø____ __
    ________øøøøøøøøøøø________
    ___________øøøøø___________

  32. #42 disse:

    Além d uma tremenda grosseria é uma tremenda falta d conecimento dizer q o homossexualismo é anti natural! Cansada, são raros as espécies d animais q tem não tem casos d relacionamentos gays! Inclusive existem espécies q só são heteros em alguns raros momentos d sua vida! Embora se possa pensar q seja contra producente ser gay e não se reproduzir, algum motivo deve d existir para existirem os gays, se não (se eles não fossem naturais) provavelmente a evolução os teriam descartado! Por isso eu acho q a homossexualidade é tão natural como a hetero!
    Cansada, aprenda um pouco com essa excelente matéria da super: ATRAÇÃO ENTRE IGUAIS http://super.abril.com.br/ciencia/atracao-iguais-446781.shtml

  33. #42 disse:

    Tardiamente percebi algo interessante… a matéria do link é de autoria de advinhem quem… Denis Russo Burgierman! Sempre adorei aquela matéria, embora eu não seja gay, eu sempre achei ridiculo esse preconceito e achava interessante q ali naquela matéria pode ser visto como esse preconceito é infundado!
    ps.: Tenho duas primas lésbicas e acho muito bacana a escolha delas!

  34. Carolina Derivi disse:

    Mais assombrosos que os conservadores enrustidos são os discursos de intolerância que começam com “eu não sou preconceituoso”, “eu não tenho preconceito”. Vocês não fazem ideia do que estão exigindo quando dizem “seja gay, mas fique na sua”. Ignoram a brutalidade e o desgaste mental e emocional de manter um segredo que é tão estruturante na vida de qualquer pessoa. Dá um p. trabalho! É um p. sofrimento!

    Eu sinto muito se quando eu digo que sou gay com a mesma naturalidade com que qualquer heterossexual fala sobre a sua vida amorosa estou atrapalhando a sua concepção do mundo. Não quero incomodar nem constranger ninguém. Mas o preço a pagar é simplismente muito alto.

  35. Klev2009 disse:

    Isto só mostra que o próprio homosexual, tem consciencia de que nao é normal a sua condiçao e procura se refugiar no combate a esta condiçao. Só que nem sempre eles conseguem fugir de seus impulsos, ainda mais num mundo erotizado como o de hoje.

  36. Carolina Derivi disse:

    Cansada, Juber, vocês têm razão. Ser gay não é fácil e muita gente não segura a barra. Mas o problema não é o amor, nem o sexo. É gente como vocês. É por causa desse discurso que eu sou privada de pelo menos 37 direitos em comparação com os heterossexuais em união estável.

    Eu preciso desses direitos para combinar a minha renda à da minha parceira em um financiamento, para proteger o nosso patrimônio, para ter a tranqüilidade de que se um dia ela ficar hospitalizada eu vou poder acompanhá-la, ser informada sobre seu estado e tomar decisões que competem à família. As paradas gays, André, são o único instrumento de pressão política de que se dipõe. A questão é de ordem prática.

  37. paraxaba disse:

    oi Denis.
    nao tinha lido o texto.tava passando uma otima oportunidade de tirar umas duvidas com alguen entendido.longe de min quaisquer atitude de debater polemizar etc.o documentario relata uma situaçao especifica,com poucas e influemtes pessoas.um caso isolado.voce saiu do filme,com a sensaçao de que era universal.citando um efeito kassab,ao inverso,o filme ALEXANDRE.resultou num fiasco,ao retrata lo como um gay.e saimos do filme.eu e uns amigos.com a sensaçao inversa a sua.pra que?retratar um personagem do naipe dele.como gay.passei a atentar.e vi que é muito recorrente.nem o velho ABE.escapou.dizen que a maior incidencia de homosexuais esta na midia.sem preconceitos.sem querer debater et

  38. Markus C. disse:

    Acho complicado colocar tudo dentro de uma panela e generalizar. Em primeiro lugar, é uma opção assumir-se ou não homossexual. E nem todos os não assumidos são contra os homossexuais. Muito pelo contrário. A maioria que persegue os homossexuais são heterossexuais baseados em crenças religiosas e que não percebem que o Estado deve ser laico. Então, tirar alguns perseguidores do armário pode ser legal e até engraçado, uma espécie de vinganção gay. Mas cuidado, pois esse tipo de artigo pode servir para argumentos mais preconceituosos.

  39. Rerisson disse:

    Creio que existe uma grande diferença entre ser anti-gay e não concordar com casamento homossexual e adoção de crianças por homossexuais. Conheço homossexuais assumidos que criticam a “obsessão” de gays por uma instituição que tem histórico claramente religioso. De outra forma, será que apenas hipocrisia faz algumas pessoas terem dúvidas se um casal homossexual (assim como um pai ou mãe solteiros) fornecem as figuras (paterna e materna) ideais para a criação de uma criança?

    Políticos que votam contra esse direito não podem ser confundidos com (ou tratados como) skin heads que agridem fisicamente gays, muitas vezes por ódio a sua própria sexualidade reprimida.

  40. cansada disse:

    Estou cansada, irritada e já perdendo a paciência. Acho que deveriam ser criados espaços para a sociedade se desabafar e protestar: chega de propaganda de homossexuais… não aguento mais… filmes, novelas, comerciais… é ricídulo… homossexualismo não é algo normal do ser homamo , é uma aberração da natureza…
    e grande parte dos seres humanos são sensatos e tem consciência e valores humanos, um dia isso vai explodir…
    eu não tinha preconceito até que eles começaram a prejudicar a minha vida, como quando meu ex-marido ficava entrando no b anheiro com amigos e primos, me separei por isso e até hoje ele não é feliz, se casou de novo, e vive levando a mulher na minha casa mas eu não ligo

  41. cansada disse:

    tenho um filho lindo e minha vida é sofrer, não aguento mais ver marmanjos babar olhando para ele, quando saio na rua (sou bonita) e vejo os homens olhando para ele e não para mim… isso é doença…sabe quem baba por mim? as mulheres… que nojo!!!
    não suporto quando vejo olhares discretos…dá ódio!!!
    gosto de homens, mas cadê o homens??? já estou neurótica, penso que quase todos gostam de homens, não sou mais feliz…
    minha vida é chorar quando meu filho sai, com medo dele estar sendo seduzido por um desses doentes… e a liberdade do meu filho acabou, enquanto as meninas ficam de longe olhando, os amigos ficam querendo queimando o filme… como vi pelo msm declarações de amigos…

  42. cansada disse:

    tenho mil casos para reclamar dos homossexuais… tenho amigos gays e não tenho nada contra eles são discretos, não amolam a vida de ninguem mas não suporto ver gays em todos os lugares… parece barata dando cria…
    e uma mensagem ao diretor do filme:o homossexualismo é tão condenado por causa da dor que causa nas pessoas, em algumas que são e nas que não são… a dor é tão intensa que é comparav el aos crimes por traição e por estupro. A dor é emocional. Se os homosssexuais sofrem por sua escolha devem ver que colhem o que plantam, quem faz sofrer por que não conseguirem controlar suas emoções e sua sexualidade, recebem de volta o que jogam aos outros.

  43. cansada disse:

    Enquanto querem se divertir,muitos sofrem… e eles não estão nem aí com o sofrimento dos outros… sua prepotênc ia faz com que se achem capaz de mudar a sociedade… mas as coisas naturais não se mudam… um dia ela explode… e as consequencias não são das melhores, vejamos os problemas da natureza….
    Acho que deveriam ter psicólogos nas escolas para cuidar dos casos assim que eles começam, cabendo indenização e tratamento para os casos de estrupos e sedução de crianças… A perversão e a irresponsabilidade social e humana é a marca desse tipo de pessoa que acham natural aquilo que não é…e o pior é que dizem que isso é amor! coitados… não sabem o que é amor…

  44. cansada disse:

    vou para por aqui, mas deixo meu protesto: estou cansada, cansada, cansada, cansadaaaaa….
    é hora de parar com essa frescura e egoísmo, e pensar mais nos grande problemas que vivemos, tem tanta gente que não tem o que comer, o mundo não é só depravação e irreverência…
    precisamos priorizar valores, valorizar o ser humano, acabar com o preconceito, cada um deve ser o que é, e acab ar com a propaganda enganosa que está manipulando os jovens, que acham que é bom algo que não é…

  45. cybereo disse:

    Esta verdade eu observei na prática: TODO REPRIMIDO É UM REPRESSOR.

    Se há mesmo um Deus da verdade, então essa verdade jamais poderia mentir:

    “Assim és inexcusável, ó homem, quem quer que sejas, que te arvoras em juiz. Naquilo que julgas a outrem, a ti mesmo te condenas; pois tu, que julgas, fazes as mesmas coisas que eles”.
    (Romanos 2, 1)

    Ora, os enrustidos que se trancam no armário e lá de dentro cometem arbitrariedades contra outrem, que se cuidem, pois se os fatos não corresponderem às profecias, pior para os fatos! Esses armários serão impiedosamente demolidos. Afinal, Deus não poderia mentir, não é?!

  46. #42 disse:

    Cansada, não eh pq vc passou pelo sofrimento d ser abandonada por um homossexual q não quer sair do armário q os gays são culpados d alguma coisa! Existe um documentário q fala sobre mulheres q passaram por isso (e ser abandonada poderia acontecer mesmo se o seu marido fosse hetero!) e q contam a sua experiência, e mostram q o melhor a fazer é dar a volta por cima! Arrume um namorado! Vá curtir a vida! Vc não disse q é bonita? Então! Não existem mais gays q heteros… vc q não está procurando direito!
    ps.: sou hetero, conheço centenas d pessoas, e só coheço três pessoas q são homossexuais!

  47. Anônimo disse:

    Essa militância gay enche muito o saco. Cada um cuida de si e respeita os outros. Pronto.

    Antes os gays eram perseguidos, agora nos perseguem.

    Querem fazer desfile gay em Jerusalém, querem proteção legal contra piadas (anões e loiras merecem também?), não admitem que alguém possa se incomodar com suas carícias em lugares públicos (lugares onde nem os héteros se acariciam), querem porque querem destruir a instituição do casamento* e por aí vai.

    *Casamento é entre 1 homem e 1 mulher. Se dois homens podem se casar, por que três homens, ou 2 homens 1 uma mulher, ou 4 mulheres não podem se casar? E se essas uniões puderem acontecer, qual o sentido do casamento?

  48. Rogério de O. Soares disse:

    COM TODO RESPEITO SENHORES(AS) MAS TAMANHA COMOÇÂO COM ESTE TEMA ABERTO PELO DENIS ME FAZ CRER QUE TODOS VCS SEM EXCESSÃO SÃO GAYS!!!!!!

  49. Daniel disse:

    A sexualidade humana é um assunto muito complexo. É fato incontestável que há uma quantidade enorme de gays e bissexuais enrustidos, que não se assumem temendo o preconceito e a rejeição, sendo obrigados a levar uma vida paralela.

    Vivemos numa época de valores às avessas. As pessoas têm medo de ser quem realmente são, de falar o que pensam…que tipo de democracia é essa?

    Apesar dos avanços, o caminho rumo a uma sociedade livre e igualitária ainda é longo. Mesmo nas democracias mais sólidas, como a americana, a realidade é essa.

  50. Bruno H. disse:

    Creio que o “casamento” a que se referem os participantes dos movimentos gays seja a legalização da união civil entre pessoas do mesmo sexo que traga consigo todos os deveres e direitos intrínsecas desta situação. E não o “mundo cor de rosa” colocado pelo #Cesinha#. Tão pouco como forma de instituição religiosa colocado pelo #Rerisson#.

  51. Bruno H. disse:

    Afinal… por quê? : )

  52. Bruno H. disse:

    Agora, uma questão é interessante, levantada por um anônimo no comentário #45#: “Casamento é entre 1 homem e 1 mulher. Se dois homens podem se casar, por que três homens, ou 2 homens 1 uma mulher, ou 4 mulheres não podem se casar? E se essas uniões puderem acontecer, qual o sentido do casamento?”
    Apesar do caráter irônico com que foi proposta a questão, eu refaço a pergunta, sem o moralismo implícito no comentário citado:

    *Se dois homens podem se casar, por que três homens, ou dois homens e uma mulher, ou quatro mulheres não podem se casar?*

  53. #42 disse:

    kkkkkkkkkk! Rogério ! Seu comentario foi f***!!!
    Cara, alguém sabe onde tah o Denis, ele mal comentou dessa vez… de boa Denis nós não vamos pensar nd sobre a sua sexualidade, como disse o Rogério… ve se não pensa nd da minha tbm!

  54. Rogério de O. Soares disse:

    #42

    Eu sei onde está o Denis. Ele está ao lado de sua esposa rindo de nossa cara com seu notebook wireless em algum retiro espirual.

  55. Mauro disse:

    Cara, o que os gays tem a ver com ecologia?

  56. Júnior Alves disse:

    Há dois aspétos envolvendo casamento de pessoas do mesmo sexo:

    1 – O casamento no civil corrige injustiças ao legitimar o parceiro (a) os seus direitos. Penso na situação de duas pessoas construindo tudo juntas durante 30 anos, uma morre e a outra fica sem nada. Não seria justo.

    2 – Agora, querer casar na igreja é desrespeito. Isto, porque o local foi criado e é mantido por religiosos que são opositores ao casamento gay. Querer se casar, tudo bem, mas fazer isto dentro do local considerado sagrado por aqueles que recriminam o gesto, ai é desrrespeito e confronto.
    As diferenças de culturas precisam ser respeitadas e não confrontadas.

    (http://taosofia.blogspot.com)

  57. cansada disse:

    #42 foi eu quem não quis meu ex marido, acho um absurdo homens ficar entrando no banheiro com outro, ou se beijando de brincadeira, talvez entrei na família errada, o fato é que onde vou vejo gays e isso me deixa traumatizada, talvez pelo fato de ter um filho e morro de medo de que ele seja influenciado.
    A maior alegria da minha vida foi ter um filho, ainda sonho encontrar um amor de verdade, só que não suporto mais tanta frescura desses homossexuais (muitos me paqueram, eu é que não quero um homem que sai com outro)…querem direitos iguais, mas eles tem, a constituição não define hetero ou homo, o que eles querem mesmo é levar vantagem sobre os outros se fazendo de vítimas…

  58. Daniela disse:

    Ser gay não é uma opção sexual, ninguém muda de opção sexual como se muda um corte de cabelo. Os homossexuais sofrem muito preconceito (sei disso pois tenho muitos amigos gays) e se realmente podemos chamar isso de “opção” muitos gays seriam héteros e a homossexualidade passaria a ser vista pelos mesmos como uma opção masoquista dentro da sociedade preconceituosa que vivemos. A Homossexualidade não é uma doença e muito menos transmissivel!Quem nasce hétero, é hétero, quem nasce gay, é gay, mesmo que fique “no armário”. Ja no casamento dentro da igreja, acho que alguns valores devem ser respeitados em todas as religiões, se for permitido na mesma, não ha problema algum.

  59. Nathalia disse:

    Cansada,

    Acho q está na hora de procurar uma terapia… Aqui é um blog e não divã.

    Acho que na verdade você está louca pra se envolver com uma mulher…rs

    E acho também que seu filho que deve ficar babando por outros homens e aí, quando você descobrir, nossa!

    Tem um provérbio budista que diz: “Aquilo que você mais teme te acontece.”

    Deixa seu filho viver em paz, larga dessa relação incestuosa, você pensa mais nele que em você!

    E se a felicidade dele for com outro homem, será que esse amor tão grandioso de mãe permitiria e seria feliz com a escolha dele?

    Livre arbítrio, por favor!

    Poupe-nos de seus comentários sobre sua vida. Vamos discutir sobre idéias!

  60. #42 disse:

    Cansada… CANSEI D VC!!! Siga os conselhos da Nathalia e vai ser feliz muié! E ve se para d encher!

  61. cansada disse:

    Nathalia, vai você apelar? é isso que dá a liberdade de expressão…
    é melhor ficarmos calados assim como vocês disfarçados, assim evitamos brigas e ressentimentos…

    eu admiro quem não finge ser o que não é, é sinal de caráter se assumir e se respeitar, e respeitar os outros também…
    agora pelo amor de Deus, deixa de delírio achar que todos são gays…

  62. denis rb disse:

    Pessoal, tô com acesso limitado à internet, viajando e trabalhando. Já dá uma trabalheira postar, comentar seria impossível… Mas estou acompanhando o debate.

  63. tom disse:

    cansada e pessoal como cesinha ou juber, não concordo com diversas das opiniões de vcs, mas tb acho que tem gente aqui que argumenta de maneira falha com vocês.

    é claro que alguns pensamentos de vcs me deixam estupefato em um primeiro momento, mas se vocês se deram o trabalho de ler o artigo e postar diversos comentários, acho que estão abertos ao debate, ou não? acho que às vezes temos de nos perguntar se realmente queremos entender um debate ou se só queremos ganhar uma briga/ discussão.

  64. tom disse:

    cansada, acho que seria psicologia de boteco apontar no seu discurso momentos em que você parece ter mais despeito do que preocupação porque homens olham para seu filho e não para você, mas acho que você mesma deveria parar para pensar nas suas motivações. na minha família e amigos tem vários homens que se beijam e são “pegadores”, como talvez você gostaria que seu filho fosse e talvez realmente ele seja ou venha a ser.

    e me espanta um pouco que pensem que a homossexualidade, um comportamento minoritário, possa “influenciar” ou “contagiar” o comportamento dominante heterossexual. como é que os gays não são influenciados pelo meio hétero ao seu redor, então?

  65. tom disse:

    (parte 3)
    seria a sexualidade hétero assim tão frágil? como filhos de pais héteros, cercados por um ambiente hétero (e muitas vezes homofóbico, ou simplesmente hostil) poderiam se tornar gays então?

    o que talvez a mídia e pessoas “indiscretas” façam é oferecer alternativas de visão. que gays não são apenas travestis de calçada (e que mesmo estes talvez tenham tido poucas opções na vida – há cotas nas universidades, no mercado de trabalho para elas?), mas podem ser profissionais liberais, cônjuges, pais, irmãos – humanos. e também mesquinhos, odiosos, vulgares e antiéticos – humanos.

  66. tom disse:

    (parte 4 – desculpem, me estendi mais que queria)
    e como o dennis e vários disseram, a movimentação política pede direitos humanos, não de véu e grinalda. claro que há gays alienados, como há héteros alienados, mas isso desqualifica suas demandas? o crime por homofobia, por exemplo, visa a desencorajar um comportamento que mata. MATA. homofóbicos MATAM. anões morrem por ser anões? loiras morrem por ser loiras? gordos morrem por ser gordos?
    negros ainda morrem por ser negros – ser visto como inferior os coloca em posição de desigualdade e vulnerabilidade. gays morrem por ser gays. os 22 – VINTE E DOIS – assassinos de edson néris, que apenas andava na rua, estão soltos. pensemos.

  67. tom disse:

    CORREÇÃO: foram “apenas” 18 os espancadores de edson neris, e não 22, como eu disse logo abaixo.

  68. Igual a todo mundo disse:

    Cansada, vc está é neurótica… Não queremos casar no religioso, o que queremos é apenas no momento de fazer seguros de vida, médico, ou qualquer outra atividade civil, termos o direito de colocar nossos parceiros. Se um hetero pode deixar tudo para a esposa, pode deixar pensão etc.., por que eu que faço a mesma contribuição não posso deixar para um companheiro. Nunca fui atacado qdo criança e não ataco criançinhas.. os que fazem isso são justamente os que se reprimem tanto que tem medo de se relacionar com outro adulto. Não queremos um mundo gay, mas sim participar de igual para igual nessa diversidade geral.

  69. VERLÂNDIO TRINDADE DE SOUSA disse:

    A MINHA VEJA LIDO NA IMPRENSA O SUPREMO TRIBUNALFEDERAL DERROGOU A LEI DE IMPRENSA (ESCRITO, ESCRITA, LETRA, FIGURA, FORMA VIZO-VERSA.). O POUCO QUE SOUBER LEI SE CUMPRIR EXEMPLO 329/16/10/2000 QUERER EU E/OU QUEM, QUE QUER QUE SER VIZO-VERSA E/OU O POUCO QUE SOUBER LEI NÃO SE CUMPRIR EXEMPLO 329/16/10/2000 QUERER EU E/OU QUEM, QUE QUER QUE SER VIZO-VERSA.

  70. V.T.S. disse:

    A MINHA VEJA LIDO NA IMPRENSA O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL DERROGOU A LEI DE IMPRENSA-CONSTITUIÇÃO FEDERAL, LEI ORGÂNDICA DO DISTRITO FEDERAL, LEI FEDERAL, LEI ESTADUAL, LEI MUNICIPAL, RESOLUÇÃO, PORTARIA, DECRETO ETC DOS TRÊS PODERES (ESCRITO, ESCRITA, LETRA, FIGURA, FORMA VIZO-VERSA.). O POUCO QUE SOUBER LEI SE CUMPRIR EXEMPLO 329/16/10/2000 QUERER EU E/OU QUEM, QUE QUER QUE SER VIZO-VERSA E/OU O POUCO QUE SOUBER LEI NÃO SE CUMPRIR EXEMPLO 329/16/10/2000 QUERER EU E/OU QUEM, QUE QUER QUE SER VIZO-VERSA.

  71. Bernardo disse:

    O mundo continua o mesmo. Os desejos impuros infestam as pessoas que não sabem dominar a si mesmo. onde há falta de amor, há medo, hipocrisia e vergonha. A verdade é que só será feliz aquele que souber respeitar o próximo sem se importar com a opção sexual dele. Não admiro a evolução do mundo, admiro as pessoas puras, virtuosas que espalham somente a semente do bem.

  72. Igor disse:

    Fiquei estarrecido com o comentário de várias pessoas aqui em relação à essa matéria. Se a homossexualidade é um assunto tão repugnante, por que as pessoas insistem em procurar notícias, ler sobre? Curiosidade mórbida?

    Gays, lésbicas, bissexuais, transsexuais… todos eles, antes de serem “gays, lésbicas, bissexuais, transsexuais” são cidadãos e como cidadãos cumprem os seus deveres para com a sociedade. Trabalham, pagam impostos, votam, cumprem seus deveres cívicos. Para quê negar os mesmos direitos que todo o resto da sociedade hipócrita, conservadora, preconceituosa e mal-esclarecida tem baseado apenas na sexualidade, algo que é apenas um “detalhe” no ser humano?

  73. Rerisson disse:

    #Bruno H#

    Há, no movimento gay, quem defenda tanto a simples união civil quanto o “mundo cor de rosa” ou o casamento como instituição religiosa sim. Gente que não ficará contente enquanto não ver apenas todos os padres e pastores celebrando casamentos gays, mas ver ser ordenado o primeiro “papa gay”, como a militância negra em relação a um presidente negro (independente da competência).

    Como liberal (clássico), aceito as reivindicações de direitos econômicos e sociais de uma união entre pessoas do mesmo sexo, pois cada um faz o que quiser com a própria vida e todos devem ter garantias de seus direitos associativos. Mas entendo que discordar de elevar a união homossexual à mesma categoria que a familiar natural não é o mesmo que odiar e querer o mal para os homossexuais.

  74. Rodrigo Mira disse:

    O problema é a “mordaça gay”… hehe

    Agora qualquer opiniao contra casamento gay, contra união gay é preconceituosa.

    Bom eu concordo com o Rerisson e acho que “elevar a união homossexual à mesma categoria que a familiar natural não é o mesmo que odiar e querer o mal para os homossexuais.”

  75. Xiu disse:

    “Casamento é entre 1 homem e 1 mulher. Se dois homens podem se casar, por que três homens, ou 2 homens 1 uma mulher, ou 4 mulheres não podem se casar? E se essas uniões puderem acontecer, qual o sentido do casamento?”

    Isso foi uma piada, certo? União no caso seria o casamento entre duas PESSOAS, e não TRÊS, QUATRO como estão dizendo. O amor existe entre DUAS PESSOAS, e não existe amor entre TRÊS PESSOAS. Ninguém ama duas pessoas, isso todos sabem. Então os gays querem isso, querem casar com alguém que amam e não com um monte de homem. Espero que tenham entendido o que quero dizer.

  76. Lara disse:

    Independentemente da opção sexual, uma pessoa tem o direito universal e inviolável de pertencer à cultura, segmentação política, filosófica, poética, psicológica e religiosa que bem escolher para si.

    A função destas entidades,por sua vez, é de distribuir seus respectivos dogmas sem olhar a quem !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!.
    Qualquer tipo de segregação deve ser ditatorialmente reprimida de maneira exemplar!
    No dia em que aperecer um “fiscal da sexualidade”, talvez aparecerá também um motivo descente para segregar minorias- ou maiorias, já que a moda bi ta aí .

  77. Melissa disse:

    Aqui vai um recado para os preconceituosos:

    Sexualidade é algo como a cor da camisa ou a preferência do sabor do refrigerante, isto é, não deveria importar em nada quando você se relaciona com uma pessoa. Por que vocês se importam se fulano casou com beltrano e não com beltrana? Que isso muda? Deixem as pessoas serem felizes! Cuidem das suas vidas. Por que o esposo do marido não tem direito à pensão? Só porque vocês acham feio?

    Claro, defendo isso no casamento civil é claro. Cada religião tem seus dogmas e se mete com isso quem quer… Cada um na sua e que o Estado proteja a todos, isso que eu defendo.

    E aqui vai um recado para a militância gay xiita:

    Sexualidade é uma escolha sim! Se você gosta de trocar carícias com alguêm do mesmo sexo, é a mesma coisa de gostar de bolo de morango ao invés de chocolate. Nada impede que você queira trocar de sabor no futuro. Assim como heterossexuais se descobrem homossexuais, o contrário também pode ser verdade.

    Concluindo, não existem regras no amor. Acredito inclusive que o amor possa nascer em um grupo com mais de duas pessoas. Todos nós sentimos prazer ao sermos tocados, as limitações estão em nossas cabeças.

    E daí que nossas crianças podem se tornar gays? O que o mundo perde com isso? Hipocresia é proibir a adoção por partes dos gays e elogiar o pai que dá uma Playboy de presente pro filho pré adolescente.

  78. Ivanete disse:

    Não dá para negar , quando se foge o padrão da “normalidade” a sociedade é cruel , excludente.Não estou aqui para defender nenhuma categoria , porém me dedico a defesa do ser humano.Aquele que por alguma razão maior seguiu uma nova direção. Sua orientação não o fez menos humano, menos pai, menos filho, menos amigo, menos irmão. Pelo contrário ao desnudar seu interior passa pelo doloroso julgamente de indivíduos que se acham acima do bem e do mal.

  79. bety disse:

    meu Deus casamento entre 2 pessoas do mesmo sexo . vao ler a biblia que e a palavra de Deus eles vao ir para o inferno e quem concorda tambem pois Deus abandonou estes leia em romanos 1 v 26e 27 e tirem suas propias conclusoes e pra terminarem lem em apocalipse 22 ok fiquem na paz que Deus abr seus entendimentos

  80. jose carlos disse:

    é fato é um só.,se querem ser gays tem de respeitar,mas tudo que sefala contra eles ou lesbicas,é preconceito,o direito de expressão vale para todos,e não só para gays,que pensam que são deuses pois é a midia que os adula.

  81. Frank disse:

    Quem citou Deus, lembre-se que Ele deu o livre arbítrio.gays pagam impostos e devem ter os mesmos direitos que qualquer um, regras de um religião não devem se confundir com as leis que são para todos.

  82. jorge disse:

    Eu acho piada a bety por falar na bibli os idiotas e preconceituosos quando não tem argumentos falam de Deus e da igreja e da Biblia
    Vejam se abrem bem os ouvidos ELE NÃO JULGA ELE NÃO CASTIGA ELE É AMOR ELE É COMPREENSÃO ELE É PERDÃO ELE É TUDO MENOS ISSO QUE DIZEM D’ELE

  83. jorge disse:

    o CASAMENTE FOI ALGO ARRANJADO POR CAUSA DE MEIOS FINANCEIROS DEUS NÃO LIGA A SE SOMOS OU NÃO CASADOS O QUE ELE QUER E A FELICIDADE FELICIDADE DE TODOS SEM EXCEPÇÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: